Zé Aldemir avisa que não sobe no palanque do governador em Cajazeiras: “onde está a bandidagem, eu não fico!”


O prefeito de Cajazeiras, José Aldemir (PP) confirmou, nesta quarta-feira (18), que há uma proximidade entre seu grupo político e o governador João Azevedo. O prefeito afirmou que o jeito de governar e de fazer política do atual governador abre um leque de pontos positivos para que haja um entendimento dele [Zé Aldemir] e a deputada Dra. Paula, com o Governo do Estado.

Zé Aldemir ainda disse que não só ele e Paula estão próximos do Governo do Estado, mas também todo o bloco do PP na Paraíba, a exemplo do deputado federal Aguinaldo Ribeiro, da senadora Daniela Ribeiro, do deputado estadual Galego de Sousa e outras lideranças.

“Estamos trabalhando para a união do PP em todo o Estado com o governo de João, qual o problema?”, disse ele.

Nas declarações, Zé Aldemir revelou que os deputados Jeová Campos e Brancos Mendes foram os emissários do chefe do Executivo estadual e que estiveram em sua residência articulando sua ida e a de sua esposa, a deputada estadual Dra. Paula, para o lado de João Azevedo.

Por outro lado, o prefeito de Cajazeiras não poupou críticas ao ex-governador Ricardo Coutinho. Zé Aldemir elogiou o ‘perfil diferente’ de João Azevêdo. Segundo ele, o atual governador é mais ‘sociável’.

“Nós não temos dificuldade nenhuma para estarmos somados ao governador. João Azevêdo tem um perfil bem diferente. É muito mais sociável e a gente tem condições de dialogar”.

No entanto, o prefeito de Cajazeiras avisou que se a união acontecer, não subirá no palanque com o grupo de João Azevêdo em Cajazeiras porque “onde está a bandidagem, eu não fico”, sem , no entanto, declinar nomes da suposta ‘bandidagem’.

“Jeová é um grande companheiro, apesar da nossa adversidade político-partidária. Mas, onde está a bandidagem, eu não fico!”.

COM INFORMAÇÕES DO TRIBUNA 10, FOLHA DO VALE E DIÁRIO DO SERTÃO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *