Zagueiro do Atlético de Cajazeiras pega suspensão de oito jogos por agredir rival


O zagueiro Dener, do Atlético de Cajazeiras, pegou um gancho pesado no Campeonato Paraibano. Na noite dessa quarta-feira, o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PB) puniu o jogador com oito jogos de suspensão, por ele ter agredido o atacante Geraldo, do Treze, quando Trovão e Galo se enfrentaram na abertura do estadual. Dener cumpriu apenas uma dessas oito partidas de suspensão.

O jogador atleticano foi enquadrado no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de “agressão física durante a partida, prova ou equivalente” e, em seu inciso I, alerta que deve ser punido o jogador que “desferir dolosamente soco, cotovelada, cabeçada ou golpes similares em outrem, de forma contundente ou assumindo o risco de causar dano ou lesão ao atingido”. A pena prevista no CBJD nesses casos é de “suspensão de quatro a doze partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta”.

Dener foi julgado por ter desferido um soco na nuca de Geraldo, do Treze, na partida em que o Galo venceu o Atlético-PB por 1 a 0, no dia 7 de janeiro, pela primeira rodada do Campeonato Paraibano. A agressão aconteceu já nos acréscimos da partida, disputada no Amigão, em Campina Grande.

Em meio a uma confusão generalizada, na qual os jogadores do Treze reclamaram de falta de fair play por parte dos atleticanos, Dener – que estava no banco de reservas – entrou em campo, agrediu Geraldo e foi expulso. Árbitro daquela partida, Pablo Alves relatou na súmula que o zagueiro do Trovão Azul recebeu o cartão vermelho direto por “desferir um soco na altura da nuca” de Geraldo enquanto “a partida estava com a bola fora do jogo”.

Depois disso, Dener não foi relacionado para o jogo seguinte do Atlético-PB – contra Botafogo-PB – mas esteve na relação do Trovão Azul nas duas partidas seguintes – contra Campinense e Paraíba. Assim, ele ainda tem que cumprir mais sete jogos de suspensão. O zagueiro só vai poder ser relacionado novamente a partir do jogo da 12ª rodada, no dia 19 de março, contra o Campinense.

Outros dois jogadores – Júlio, do Auto Esporte, e Wesley, do Serrano-PB – também foram julgados por expulsões na primeira rodada, mas pegaram apenas um jogo de suspensão, pena que já cumpriram.

GLOBO ESPORTE

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *