Vereadores de Monte Horebe aumentam o próprio salário em 104%


CÂMARA MUNICIPAL DE MONTE HOREBE

Quase dois meses depois que o Juiz Odilson de Moraes, da Comarca de Bonito de Santa Fé (PB), acatou o pedido de Liminar, em uma Ação Popular que pedia a suspensão da Lei Municipal nº 300/2012, que tratava sobre os aumentos dos subsídios dos agentes políticos do município de Monte Horebe, o prefeito Marcos Eron (MDB) sancionou uma nova Lei Municipal, que dobra os subsídios mensais dos agentes políticos do município, conforme a publicação, na edição desta quarta-feira (28), no Diário Oficial dos Municípios.

Na decisão da justiça, publicada no dia 2 de fevereiro deste ano, derrubava os salários dos agentes políticos horebenses pela metade, onde o prefeito que recebia a importância de R$ 15 mil, passaria a receber R$ 8 mil, seguido da vice-prefeita R$ 4 mil, secretários R$ 1,5 mil e vereadores R$ 2,2 mil. A multa fixada pelo magistrado, caso fosse descumprida a determinação seria no valor de R$ 100 mil.

O novo reajuste salarial – Essa nova Lei Municipal, sancionada pelo prefeito horebense fixa os subsídios mensais do prefeito no valor de R$ 15 mil, sendo R$ 7,5 mil de subsídios e R$ 7,5 mil pela representação do Cargo de Prefeito.

A vice-prefeita passa a receber R$ 7,5 mil. Os vereadores até R$ 4,5 mil. Os secretários municipais passarão a receber R$ 3 mil. Já os secretários adjuntos ganharão R$ 1,5 mil. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Além desse novo valor fixado para os subsídios, o prefeito e outros agentes políticos do município ainda recebem valores extras mensais com diárias.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *