Vereador denuncia falta de medicamentos em Cachoeira dos Índios


O vereador da cidade de Cachoeira dos Índios, José de Sousa Batista (Jacildo-PMN), usou a tribuna da Casa Legislativa recentemente para cobrar da Secretaria de Saúde do município ação dos agentes de endemias contratados. Jacildo denunciou e cobrou providência para a falta de medicamento contínuo no município, alegando ser de custo baixo.

Ele criticou a gestão do prefeito Alan Seixas (PSB), e pediu ações para que sejam realizados os exames médicos que a população precisa.

“Não teve licitação para a saúde, mas teve duas para festa e com contratações de bandas caras”, alfinetou o vereador.

O vereador denunciou também que na prestação de contas ao Tribunal de Contas do Estado, através do Sagres, consta Auxiliar de Serviços Gerais ganhando R$ 1.600, enquanto concursados com ensino superior recebem apenas salário mínimo.

“O prefeito tem que vê isso. Sou contra pessoa formada ganhar salário mínimo. Vou procurar meus direitos”, declarou Jacildo, que também é servidor da prefeitura.

Ele foi o mais votado, eleito com 565, que equivale a 9,33% dos votos válidos.

O outro lado
A reportagem do Diário do Sertão procurou ouvir nesta quinta-feira a secretária de saúde do município, Eunice Seixas, onde informou que não há problema com realização de exames, pois a prefeitura já contratou um consórcio de saúde com sede em Cajazeiras. Perguntada desde quando o munício contratou os serviços, Eunice disse não saber informar a data que foi iniciada a contratação.

Quanto a medicação, a secretária informou que está sendo realizado o processo para compra, mas adiantou que não está faltando remédio à população. “Ninguém está com falta de remédio aqui não”, assegurou Eunice

DIÁRIO DO SERTÃO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *