Uma nova esquerda se configurando

0
AM3 – 250×250

UMA NOVA ESQUERDA SE CONFIGURANDO

Exatamente nos Estados Unidos surge um novo movimento das esquerdas, com a possível candidatura de senador Bernie Sanders, pelo partido dos Democratas, à presidência daquele país. O pensamento em destaque concentra-se na defesa de três pontos considerados importantes: acesso universal da saúde, redução das desigualdades sociais e faculdades públicas gratuitas. Sanders é um veterano socialista, que dá ênfase à necessidade de atendimento das demandas dos trabalhadores e das minorias oprimidas, negros, mulheres e GLBTs, assim como critica com veemência as instituições da sociedade capitalista.

Nasce uma nova geração socialista nos Estados Unidos, e os ativistas e intelectuais que a integram, se inclinam para oferecer apoio ao senador Sanders. Talvez esteja aí a reorganização da esquerda para o futuro, caminho para uma reeducação política no mundo inteiro. Já se percebe por lá que não representa estigma alguém ser rotulado como “socialista”. É uma nova concepção política que desponta. Algo até pouco tempo quase impossível de se admitir na política historicamente reacionária daquela nação.

Os conceitos ideológicos se adaptam ao tempo e às circunstâncias. A busca da igualdade que define o pensamento socialista, exige que se estabeleça, em primeiro lugar, o espírito de solidariedade, reconhecendo a todos os indivíduos um mínimo de justiça social, condição, portanto, de uma liberdade política efetiva. O desafio é conciliar eficácia econômica com assistência aos desfavorecidos. Podemos chamar isso de “esquerda liberal”? Não sei, estou apenas fazendo um exercício de provocação para análise.

Entendo que a esquerda deve andar unificada, convivendo com suas diferenças, para que possa se tornar potencialmente revolucionária. Tendo objetivos únicos, embora com táticas e estratégias diferentes, conforme os contextos em que atue. A democracia burguesa já demonstrou sua incompetência para encontrar soluções para os problemas das classes sociais desassistidas pelos poderes públicos. É preciso trabalhar pela construção de um movimento de massas multiracial, estabelecendo diálogo com os trabalhadores, os jovens e todas as minorias.

A extrema direita é uma ameaça à democracia, ao meio ambiente e à paz. Mas enquanto a esquerda estiver dividida, as reformas progressistas que se fazem necessárias encontrarão dificuldades de serem implementadas. A candidatura de Bernie Sanders é um sinal de avanço de uma nova esquerda.

Rui Leitão

ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.