Uma lágrima de saudade (uma história de alguém)

A COLUNA DE RAFAEL HOLANDA

Reina silêncio em minha vida, a lágrima é triste e sofrida, meu dia também. Fico ansioso a esperar no portão, e meu filho não veio.

Minha noite é longa e com pesadelos, arrumo a mesa, coloco os pratos, a cadeira vazia, a vela acesa se derrete, e meu filho não veio.

Olho para o quarto, seu pijama arrumado, computador desligado, o seu retrato com o riso tradicional e aconchegante. Neste quadrado onde pairava a alegria se investiu de saudade, fico sentado a esperar, e meu filho não veio.

Procuro no corredor ouvir de forma clara os seus passos, levanto na esperança de encontrá-lo, e com carinho abraçá-lo, e meu filho não veio.

Cada carro que adentra em minha garagem, dá a sensação de retorno, corro para a janela, olho para o espaço vazio e meu filho não veio.

As vozes que antes eram perfeitamente distinguíveis se tornaram a mesma voz, e na ansiedade de chegar a quem fala, corro, e meu filho não veio.

Os tênis, as camisas que com certeza eu sabia de quem era se tornaram confusas e enxergo sempre as suas, e na ânsia de vê-lo, perco-me no tempo, pois meu filho não veio.

Os dias se passam de forma lenta e mal tratante, como que eu tivesse que pagar por sofrimento que em momento algum busquei sonhar e meu filho não veio.

Durante a madrugada no badalar do relógio, fico na certeza de que todos estão em casa, fiscalizo os quartos e vejo que meu filho não veio.

Agora só me resta a esperança do conforto, pois a imagem que circula em minha mente mostra sua presença ao meu lado e sua sombra a me guiar, porém nada enxergo e meu filho não veio.

Cada jovem que eu vejo, resplandece o riso que eu amava, cada risada a sua imagem, e num apagar do segundo tudo se perde no mundo, e meu filho não veio.

Cada um sofre mais por amar demais, cada um tem em sua vida o destino de viver só entre cruzes que aparecem, porém Deus na sua infinita bondade nos dá o conforto para que o tempo possa faze-nos entender porque meu filho não veio.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *