Categorias
COLABORADORES

Um novo tempo, também no futebol

POR REUDESMAN LOPES

A epidemia do Covid 19 está bem longe de chegar ao fim, pelo menos é essa a fala dos especialistas em todo o mundo. Aqui no Brasil a letalidade continua, infelizmente, muita alta e causando dores profundas em quase 50 mil famílias que estão a chorar a perda dos seus entes queridos.

Após mais de 90 dias, o país começa, no meu modesto entendimento, erradamente, a flexibilizar o que chamamos de Fique em Casa, ou seja, o isolamento social. Verdade que os governos dos municípios e dos estados falam em protocolo de segurança, estatísticas de queda na contaminação, números de leitos de UTI e mais outras coisas que servem para o plano da volta da população a “uma possível vida normal”.

Pois bem, nos comentários escritos e falados de pessoas em todas as camadas sociais pelo mundo afora, em sua maioria absoluta, confirmam que passada a pandemia do Covid 19, o mundo viverá “um novo tempo” e todos nós passaremos a ter um ritmo de vida bem diferente em vários aspectos do dia a dia. Algumas atividades entre elas o futebol, terão que passar por um grande ensinamento e aprendizado para conviver com a solução que se propõe para a volta dos seus treinamentos e das competições.

Neste meio de semana a bola vai voltar a rolar pelos gramados do futebol, se reinicia o campeonato carioca com a realização do jogo entre o Flamengo e o Bangu. Este jogo vai  mostrar a realidade que seguirá por muito tempo, assim observo, em termos de jogos oficiais. E o que teremos para observação? Uma partida que terá o time de maior torcida do país e que costumeiramente estava colocando em todos os seus jogos um público acima dos 60 mil torcedores, jogando com o estádio vazio, sem nenhum torcedor.

O futebol como o cinema, as festas e outros grandes eventos de participação maciça de público vai ter que esperar e é bem melhor começar a se adaptar pois não temos nenhuma perspectiva de uma volta a normalidade.

Aqui na Paraíba o Governo do estado já sinalizou com a flexibilização e com a volta do futebol, entretanto, isso dependerá de cada município. Em João Pessoa a retomada aos treinamentos dos clubes da capital será iniciada em 29 de junho, em Campina Grande a prefeitura está se reunindo com os clubes da cidade e em Cajazeiras o Atlético tem o aval para a sua normalidade nos treinamentos e jogos.

Vamos ter, não resta dúvida, um novo tempo no futebol e os clubes, as federações, a torcida e imprensa terá que entender o processo penoso de ver a bola rolar sem nenhum torcedor nas arquibancadas. Nos resta apenas ter fé em Deus e acreditar que a Covid 19 passe por nós o mais rápido possível para que voltemos a frequentar os ambientes que tanto amamos.

PESAR   O nosso mais profundo pesar pelo falecimento de um grande cidadão de Cajazeiras, Índio Pintor. Pai de uma geração de meninos e meninas de bem que nos orgulha dizermos sermos seus amigos, Índio sempre será lembrado por todos os cajazeirenses e cajazeirados como um homem fino, educado, cortês, que sempre se vestia de forma elegante e que não passava em um local que deixasse de cumprimentar quem lá estava. Índio era um futebolista, torcedor do Santos de Sérgio David nos anos 60 e lembro que  amigo do meu pai sempre queria saber do time. Índio deixa um legado de alegria e, com certeza, os futuros carnavais de Cajazeiras estarão sempre a lembrar da figura dele presente em todos os locais onde havia animação. Os nossos sentimentos a todos da família.

REFORÇO   Se preparando para voltar aos treinamentos na próxima semana, o Atlético Cajazeirense de Desportos anunciou a contratação do zagueiro Wesley Barbosa como mais um reforço para a reta final do paraibano e o brasileiro da Série D. Wesley já jogou no Trovão Azul no ano de 2017 e além de ser um jogador de meio de zaga ele também joga na ala esquerda. O jogador de 25 anos de idade é paulista, jogou na base do São Caetano, e foi jogador do Tupã de Minas Gerais, Real Brasília do Distrito Federal, São Bernardo de São Paulo e mais recentemente estava atuando pelo Atibaia paulista. A direção do Mais Querido do Sertão aguarda o zagueiro na próxima semana aqui em Cajazeiras.

BOLA DENTRO   Para a possibilidade de retornarmos aos jogos que restam do campeonato paraibano após uma longa inatividade. Entretanto é necessário que se haja como muita segurança e prudência. Mas, não podemos deixar de elogiar a atitude. Isso merece a NOTA 10!

BOLA FORA   Para alguns clubes do futebol paraibano que deverão colocar obstáculos para a retomada do campeonato paraibano. Basta abrir algumas páginas nas redes sociais para se perceber. Isso merece uma NOTA 0!

Por REUDESMAN LOPES

Professor de Educação Física e escritor. Autor dos livros "História do Futebol de Cajazeiras" e "Nazareth Lopes - Uma Vida de Ensinamentos"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *