Treze goleia Atlético e ‘Trovão Azul’ dá adeus ao Paraibano


galo003_1

Fácil demais! O Treze goleou o Atlético de Cajazeiras na noite desta quarta-feira no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande. Com dois jogadores a mais desde os 30 minutos do primeiro tempo, o Galo não teve dificuldades para fazer 4 a 1 e seguir vivo na briga pela classificação no Campeonato Paraibano. A partida foi válida ainda pela sétima rodada da segunda fase.

Mesmo vendo o Atlético ter dois jogadores expulsos, o Galo terminou a primeira etapa vencendo apenas por 1 a 0, gol de Jônatas Belusso, que ainda perdeu um pênalti antes do intervalo. Mas no segundo tempo, o Alvinegro se impôs e, com um gol de Douglas Packer e dois de Jaílson, os donos da casa conseguiram golear. Cleiton Cearense descontou para o Trovão.

Agora o Treze tem 18 pontos, sete a menos que o líder Sousa. Mas o Galo ainda tem quatro jogos a cumprir, enquanto que o Dinossauro só tem mais uma partida. Já o Atlético encerrou a sua participação no Paraibano deste ano. Agora o time de Campina Grande aguarda a Junta Administrativa da Federação Paraibana de Futebol (FPF) divulgar a nova tabela para saber quando volta a campo pelo estadual. No próximo domingo, o Alvinegro encara o Águia fora de casa pela Série C do Brasileiro.

Um gol do Treze, duas expulsões no Atlético

O primeiro tempo no PV foi bem movimentado e favorável aos donos da casa. O Galo dominou praticamente do início ao fim, mas até os 20 minutos quase não levou perigo ao gol do Atlético. Foi quando Birungueta cruzou da direita e Esquerdinha finalizou. O goleiro Léo defendeu parcialmente e a bola sobrou para Jônatas Belusso. O atacante trezeano tocou para as redes e colocou o Galo à frente.

Na sequência, Birungueta ainda forçou Léo a fazer uma boa defesa e Fernandes acertou uma chutaço no travessão do Atlético. Só dava Treze. E a situação do Galo ficou ainda mais tranquila quando o árbitro Antônio Carlos Rocha expulsou dois jogadores do Atlético aos 30 minutos. Roberto Santos e Renato Frota reclamaram e receberam cartão vermelho.

Com dois a mais em campo, o Galo seguiu dominando, mas sem transformar em chances reais a superioridade em gols. E Jônatas Belusso teve uma grande oportunidade de aumentar a vantagem no placar quando o árbitro marcou pênalti para o Alvinegro. Mas o atacante jogou pela linha de fundo a chance de fazer 2 a 0. O placar se manteve inalterado até o fim da primeira etapa.

Treze transforma superioridade em goleada

Com dois a mais em campo, os donos da casa souberam se impor e logo traduziram em gols a vantagem no número de jogadores em campo e a melhor técnica do time. Aos 15 minutos, o Treze já vencia por 3 a 0. Aos 13, Douglas Packer recebeu com espaço dentro da área e chutou bem para vencer o goleiro Léo. E dois minutos mais tarde foi a vez de Jaílson receber, com mais espaço ainda, dominar, olhar e escolher o canto para ampliar.

O Galo seguiu dominando e colocando o Atlético na roda. O Trovão Azul sequer conseguia ir ao ataque. E aos 24 minutos, Jaílson marcou o seu segundo gol na partida e o quarto do Treze. O atacante recebeu bom cruzamento de Clébson, da direita, e tocou de peixinho para ampliar.

O Atlético parecia batido, mas, numa de suas raras subidas ao ataque, conseguiu fazer o gol de honra. Cercado por quatro jogadores do Treze, Cleiton Cearense acreditou e chutou de muito longe, com força. O chute saiu com muita violência e o goleiro Gilson nada pôde fazer para evitar o gol atleticano.

O Treze seguiu insistindo para aumentar a goleada, mas o placar não foi mais alterado até o fim da partida.

GLOBOESPORTE.COM

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *