A luta pelo aeroporto de Cajazeiras está nas páginas do Gazeta do Alto Piranhas, inclusive a ação d’Os três patetas. José Antônio de Albuquerque transformou matérias publicadas no seu jornal na revista: A história do Aeroporto de Cajazeiras nas páginas do Gazeta. Trabalho paciente de pesquisador. Nas 70 páginas da revista se acham fotocopiadas notícias, declarações de autoridades, de técnicos, de políticos à cata de votos, comentários de colunistas. A pesquisa abrange os 18 anos de existência do Gazeta, que, a partir de outubro de 1999 passou a cobrar a construção do aeroporto, contando os dias da primeira promessa feita pelo governador daquela época.

Na revista há muitas fotos.

Fotos de caminhões a transportar terra, tratores e máquinas em trabalho de nivelamento do terreno e colocação do asfalto. Existe até a foto de uma perfuratriz para lembrar ao historiador do futuro que aquela pequena máquina trabalhava dia sim, e dois dias não, dando o ritmo da construção da pista do aeroporto. Ritmo tão lento que instigou a criatividade do blog Sete Candeeiros Cajá, ao usar a tartaruga voadora como símbolo das obras do aeroporto. Era tempo de descrença da população diante das promessas de políticos.

Promessas balofas.

O engodo chegava com fotos de homens de gravata. Sérios, derramavam palavras de apoio a Cajazeiras. Está tudo documentado nas páginas do Gazeta. Com paciência e espírito crítico, a gente separa a verdade da mentira. Mentiras transvestidas de declarações pomposas. O historiador do futuro vai se refestelar. E o leitor de hoje também. Exemplo. Um senador chegou a articular visita a Cajazeiras de empresários com o objetivo de implantar linhas comerciais, muito antes da homologação oficial do aeroporto! Aliás, o mesmo número do jornal informa que “o governo já licitou o projeto de iluminação do aeroporto, cujas serviços deverão ser iniciados ainda neste semestre”. Quando foi isso? Em maio de 2010! Mais de sete antes da conclusão do balizamento noturno! Taí a tartaruga de novo!

Está tudo narrado no Gazeta.

Ufa, em dezembro de 2016, com foto colorida do governador Ricardo Coutinho na escada do avião, o aeroporto é inaugurado. Parabéns, professor José Antônio, pelo inestimável serviço de reunir em 70 páginas tão importantes matérias.

Oxente, o aeroporto já foi inaugurado?

O “pateta” Alexandre Costa responde:

“Festa, comemorações, discursos, chororô, mas esqueceram de ler nas entrelinhas do documento da ANAC e verificar que o nosso aeroporto estava bichado. Estava impedido de operar com aeronaves movidas a jato e só permitia pouso e decolagens com pequenos aviões com baixa capacidade de passageiros. Hoje, agosto de 2017, trabalhamos para incluir Cajazeiras no PDAR – Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional, do governo federal, o que nos assegura investimentos maciços em sua ampliação e modernização. Com as obras do balizamento noturno recentemente concluídas cai a restrição para operação de aeronaves movidas a jato ficando ainda a restrição mais grave, a limitação para aeronaves de porte médio em função do PCN (Paviment Classification Number) da pista de pouso. Entendo que superadas estas restrições o próximo desafio é atrair empresas aéreas para implantar linhas regulares, benefício que tínhamos cinquenta anos atrás.”

O artigo de Alex Costa, Os três patetas (publicado na edição especial do Gazeta do Alto Piranhas, de 22 a 24 de agosto de 2017) conta outro pedaço da história. A luta continua.

2 Comments

  1. Avatar
    Roberval Moreira
    28/08/2017

    Muito bom esse documentário sobre o aeroporto regional de Cajazeiras que sejamos todos os Cajazeirenses incluídos nessa luta de José Antonio, Alexandre Costa e outros, Cajazeiras tem algumas obras de infra estrutura que realmente será o futuro da terra do padre Rolim, o aeroporto regional é uma delas, a importância desse desse aeroporto para Cajazeiras para ser uma cidade prospera, hoje em dia as grandes industrias e empresas só se instalam em uma determinada região se tiver um aeroporto próximo sabe por que tempo é ouro, outra coisa Cajazeiras hoje é um polo educacional da paraíba, tem dois cursos de medicina e vários outros. tem projeto de construção de um hospital universitário, e também a possibilidade de ser sede de uma universidade do sertão, sem falar também de outro projeto grande de ser sede da Zona Franca do Semiárido projeto esse do deputado Wilson Santiago e seu filho. sem deixar de falar do grande sonho dos Cajazeirenses que é as linhas aéreas comercias, na verdade Cajazeiras e a Paraíba esta perdendo divisas para o estado do Ceara haja visto ter estudos de que a demanda do aeroporto de Juazeiro do Norte relacionados a passageiros da região de Cajazeiras e todo alto sertão da Paraíba essa demanda é de mais de trinta por cento do fluxo de passageiros que embarca e desembarca na terra do Padre Cicero. então a importância desse aeroporto para Cajazeiras e a Paraíba e muito grande.

  2. Avatar
    03/09/2017

    Eu já falei que este aeroporto de cajazeiras pb e uma grande faca só foi para pegar dinheiro do governo federal faca a conta quanto gastor nos. Dez aeroporto isto é muita sacanagem. Quem fais um coisa desa deveria responder por Cline . Dinheiro jogado fora enquanto a nasao fica moreno por falta de remédio e médicos a tender melhor por falta de aparelho

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *