Três bairros de Cajazeiras apresentam índices elevados de infestação do mosquito Aedes aegypti


O 4º Levantamento Rápido de Índices para Aedes Aegypti (LIRAa), realizado pela Secretaria de Saúde de Cajazeiras, revelou que o índice de infestação pelo mosquito da dengue fechou o ano em 2,1%. Existem três áreas que apresentam índices elevados: Pio X, Por do Sol e São Francisco. Por conta disso, os agentes de endemias do Programa de Estruturação da Vigilância Ambiental (PEVA) alertam a população de Cajazeiras a ficar vigilante quanto ao mosquito.

Os agentes de endemias continuam realizando ações intensificando combate ao mosquito transmissor da dengue. Segundo o novo coordenador de Vigilância Ambiental, Hênio Rocha, o trabalho dos agentes consiste nas visitas domiciliares por toda a cidade, onde o Agente de Controle as Endemias (ACE) vistoria 25 Imóveis todo dia; incluindo casas, garagens, comércios e terrenos baldios.

A cada 15 dias são visitados: os PE’s (Pontos Estratégicos) sucatas, cemitérios, hotéis, motéis, borracharias, universidades entre outros, locais onde o fluxo de pessoas oriundas de outras cidades ou estados é mais intenso. Hênio Rocha lembra da importância de ligar para o Disk- Dengue com o tel: (083) 99117 0341 em pleno funcionamento, onde o cidadão pode solicitar a visita do ACE ou da Vigilância para outros fins, já que abrange também as campanhas de Chagas e Calazar.

Hênio Rocha chama a atenção, também, para quem quiser adquirir a semente da Crotalária que procure os agente de endemias na Secretaria Saúde. Crotalária é uma planta que atrai o predador do mosquito da dengue.

O levantamento de infestação predial por toda à cidade acontece quatro vezes por ano, seguindo o calendário da Secretária Estadual de Saúde.

COM INFORMAÇÕES DA PREFEITURA DE CAJAZEIRAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *