Treinador do Atlético de Cajazeiras espera não repetir erros na partida de volta da semifinal


AA partida de ida da semifinal do Campeonato Paraibano de 2019 acabou empatada na cidade de Campina Grande. Em um jogo nervoso, recheado de erros individuais, Campinense e Atlético de Cajazeiras saíram com o resultado de 1 a 1, na tarde de ontem (30), no estádio Amigão. 

A equipe sertaneja abusou de cometer erros individuais na troca de passes na defesa, proporcionando boas chances de gol para a Raposa. Se não fosse uma tarde inspirada do arqueiro azulino, a situação no confronto poderia estar bastante complicada.

Para o treinador Ederson Araújo, as falhas na saída de bola ocorreram devido ao plano de jogo do adversário e a ansiedade dos seus jogadores. 

– Foi um jogo muito difícil, equilibrado. A equipe adversária veio com uma proposta de jogo de nos esperar para jogar no nosso erro. Nós, pela ansiedade ou por estar querendo chegar a qualquer momento no gol adversário, começamos a sair jogando por dentro, onde eles roubaram duas a três bolas e tiveram chances. O João Manoel fez dois a três milagres no jogo que nos ajudaram bastante – avaliou.  

Para o comandante do Trovão Azul, a expectativa é de uma Raposa mais cautelosa no jogo da volta. Pensando nisso, e com a volta do lateral esquerdo Jackinha, que cumpriu suspensão, Ederson espera trabalhar a equipe para que os mesmos problemas não se repitam. 

– O Jackinha é certeza que será titular. Vamos trabalhar em cima do que vimos da equipe adversária. Sabemos que em Cajazeiras eles vão entrar com as linhas mais baixas do que hoje, para jogar no nosso erro. Temos que trabalhar esse tipo de situação para não cometermos os erros de hoje – disse.  

Em sua terceira temporada consecutiva a frente do clube, o técnico paulista tem a chance de levar o alviceleste a sua terceira final de paraibano na história. 

– Temos tudo para entrar na história do clube, ser um finalista de um Campeonato Paraibano, ganhar uma vaga na Série D, até mesmo da Copa do Brasil e brigar pela Copa do Nordeste. Vamos brigar e esperamos fazer um grande jogo dentro de casa, com o nosso torcedor comparecendo em grande número, como sempre comparece – projetou.

A partida de volta está marcada para o domingo, dia 07 de abril, às 17h, no estádio Perpetão em Cajazeiras. Em caso de novo empate, a vaga para a final será decidida nas cobranças de pênaltis.  

COM INFORMAÇÕES DE A VOZ DA TORCIDA

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *