Técnico do Atlético admite ‘corpo mole’ dos atletas e exige dispensas


washington_lobo3

O técnico do Atlético de Cajazeiras, Washington Lobo, ameaçou colocar seu cargo a disposição da diretoria caso não haja dispensa nos time. O treinador saiu irritado com o comportamento dos jogadores após a goleada sofrida para o Santa Cruz de Santa Rita por 5 a 1 neste domingo, no Estádio Almeidão. O comandante afirmou alguns atletas não renderam em campo em protesto contra o atraso de salários.

– Acredito que a diretoria vai ter que tomar algumas posições. Alguns jogadores que realmente não se dedicaram e não correram atrás da bola, vão ter que ser dispensados. Se não houver mudanças, eu já coloco meu cargo a disposição do presidente, porque eu não vou ficar levando pancada em um campeonato tão difícil como esse. Nada justifica o rendimento da equipe cair assustadoramente – disse o técnico.

Quem esteve no Estádio Almeidão neste domingo pôde ver que o time do Trovão Azul estava apático em campo. Durante a partida, os jogadores apenas tocavam bola em campo e não faziam jogadas de ataque.

De acordo com Washington Lobo, os atletas estavam protestando contra o atraso dos salários por parte da diretoria. Para o técnico, a falta de pagamento não é desculpa para o elenco fazer “corpo mole” durante o jogo.

– Houve uma paralisação do grupo por causa do atraso de salários, mas nada justifica o jogador correr ou não dentro de campo. Houve uma desmotivação geral do grupo e, infelizmente, eles levaram isso para dentro de campo – contou o Washington Lobo.

Próximo jogo do Trovão Azul no Campeonato Paraibano será nesta quarta-feira, contra o CSP. A partida acontece no Estádio Perpetão e é válida pela quinta rodada do estadual.

GLOBOESPORTE.COM

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *