TCE alerta Prefeitura de Cajazeiras por deficit na Saúde e Educação, além de débito com previdência

TATYANA
AM3 – 250×250

O Relator Conselheiro do Tribunal de Contas da Paraíba, Oscar Mamede Santiago Melo emitiu nesta segunda-feira (23), alerta ao prefeito de Cajazeiras, Sertão da Paraíba, José Aldemir Meireles (PP), sobre limite de gastos com saúde, previdência, folha de pessoal e educação.

De acordo com o TCE, o entendimento técnico contido no Relatório de Acompanhamento da Gestão, que tem o intuito de prevenir fatos que comprometam resultados na gestão orçamentária, financeira e patrimonial identificou: déficit na execução orçamentária, ausência de registro individualizado de rendimentos financeiros decorrentes da aplicação de recursos do FUNDEB e descumprimento das normas Constitucionais referente aos limites mínimos de aplicação em saúde, de janeiro a agosto deste ano.

[ads1]

 

O TCE informou também que as despesas com ações e serviços públicos de saúde alcançaram apenas 13,08% das receitas de impostos e transferências de impostos, quando deveria ser de no mínimo 15% e apontou descumprimento das normas legais no quanto ao limite de gastos com pessoal, além de ausência de pagamento regular das obrigações patronais devidas e ausência de pagamento regular das obrigações devidas ao Regime Geral de Previdência Social.

O Tribunal de Contas, através do relator solicitou ao prefeito que adote medidas de prevenção ou correção para as falhas apontadas pelo órgão.

ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.