Somos Acadêmicos!… e agora!?

A COLUNA DE FRANCELINO SOARES

Cajazeiras tem uma Academia de Letras!… e agora!?  – perguntarão os cajazeirenses. E não somente os que estiveram presentes aos salões do Cajazeiras Tênis Clube – e não foram poucos –, mas todos aqueles que entendem que uma Academia de Letras não é uma clausura em que ficam confinados os que, diretamente, participam dela.

Uma Academia só tem sentido quando permite que os seus valores alcancem a comunidade a que ela pertence. Em sendo assim, fica fácil entender que a ACAL não é, especificamente, dos seus associados; ela pertence à comunidade e em prol desta deve concentrar as suas atividades.

Estamos, de público, reivindicando junto a quem de direito, que, na programação da Semana da Cidade – de 19 a 24 de agosto –, seja incluída uma data, que ficaria consagrada como o Dia da Academia.  Nesse dia, buscaríamos levar a ACAL à nossa comunidade, inclusive regional, quando, sob a responsabilidade da Diretoria de Cultura, promoveríamos atividades de cunho inerente aos objetivos de uma entidade cultural: gincana cultural, recitais, peças teatrais, lançamento de revista e de livros, afinal tudo que nos fizesse respirar artes, cultura, literatura… Para isso é que serve uma Academia de Letras. Temos que convocar os que se interessam pela atividade acadêmica, professores e estudantes, secundaristas e/ou universitários, mesmo porque eles é que serão os futuros acadêmicos e donos da Academia Cajazeirense de Artes e Letras.

Coisa deveras importante é, novamente, unirmo-nos, todos os Acadêmicos, perseguindo esses objetivos. (Aliás, um novo encontro, em Cajazeiras, no hipotético Dia da Academia, nos proporcionaria o ensejo de fazermos a fotografia perpétua dos Acadêmicos, providência que nos faltou na solenidade de posse).

Vamos em frente! Ad perpetuam rei memoriam.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *