Secretaria de Saúde apresenta plano para combater dengue, zika e chikungunya; conscientização da sociedade é ‘ponto-chave’

TATYANA
AM3 – 250×250

dengue

A Secretaria de Saúde de Cajazeiras, através do secretário Henry Witchael apresentou esta semana um plano de contingência no intuito de mobilizar sociedade e poder público para reduzir a taxa de infestação do mosquito Aedes Aegypti.  O plano visa diminuir o número de casos de dengue, zika e chikungunya, além de capacitar melhor os profissionais e os serviços de saúde para o combate às doenças e redução da mortalidade.

O objetivo do plano é detectar o Aedes Aegypti e, através de ações contínuas dos profissionais da vigilância, reduzir o índice de infestação, o que conseqüentemente diminui o índice de casos de dengue, zika e chikungunya.

Entre outras medidas que o plano pretende tomar estão: a qualificação para o atendimento aos casos suspeitos e o incentivo a ações de educação em saúde e mobilização social para enfrentamento das patologias no município.

A execução do plano de contingência precisa ocorrer em todo o município sem exceções, para tanto, o secretário Henry confirmou parceria com o Tiro de Guerra, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Ministério Público já que, muitas residências precisam de medidas judiciais para ser adentradas.

De acordo com o secretário Henry, a principal estratégia para impactar decisivamente na redução da infestação e na diminuição de casos de dengue não são só as tecnologias sanitárias, mas a mobilização social. A participação da sociedade organizada, assumindo seu papel de protagonista no combate à proliferação do mosquito e nas ações de divulgação de informações é ponto-chave para o sucesso de qualquer abordagem da dengue.

Segundo o secretário Henry, os profissionais de saúde de toda a Rede de Atenção a Saúde e os vários setores que compõem a sociedade de Cajazeiras também são de importância fundamental para o combate à dengue. Atuando como agentes de mobilização social, contribuem para a mudança de cultura dos cidadãos, que precisam assumir cada vez mais o papel de protagonistas do cuidado de sua própria saúde.

Durante esta semana e na próxima, os agentes comunitários de saúde estarão recebendo tablet’s para ajudar a identificar e contabilizar os focos de dengue no município.

Veja abaixo o cronograma de entrega:

12510408_1115047345172057_3684690980630848204_n

SECOM
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.