Seca reduz previsão de vendas em cidades-polo da Paraíba


 
JEAN GREGÓRIO

A forte estiagem, que assola a região Nordeste este ano, não apenas vai reduzir o rebanho e, praticamente, anular a safra agrícola do semiárido, mas também já atinge o ânimo das entidades lojistas das principais cidades-polo do Sertão paraibano como Patos, Sousa e Cajazeiras para as vendas de final de ano. As Câmaras de Dirigentes Lojistas das três principais cidades do Sertão estão refazendo previsões de crescimento do Natal e querem salvar a data comemorativa com vendas a prazo combinadas com campanhas premiadas.

A CDL de Sousa, que saiu na frente com a campanha do “Natal Premiado”, acredita que a estiagem prejudicou mais fortemente os produtores rurais na Região, com os preços dos produtos agrícolas que triplicaram este ano, descapitalizando o setor e afetando diretamente a Zona Rural. Ela tem uma participação importante na economia do município, sobretudo no segmento de laticínio. Apesar dos efeitos da seca serem mais localizados, a taxa de crescimento no varejo de Sousa para o Natal 2012 oscila de 3% a 5%, com o incremento de vendas a prazo, estimuladas pelo “Natal Premiado” que já tem 150 empresas cadastradas e a expectativa é chegar a 230 lojas.

Já a CDL de Patos, que havia desistido de realizar o Natal Premiado este ano, devido ao calendário eleitoral que atrapalhou a organização do evento, deverá voltar atrás da decisão. Nesta segunda-feira, a entidade, a Prefeitura Municipal e a agência do Sebrae do Município se reúnem para negociar como será a campanha deste ano. Além do Natal Premiado, a CDL da cidade quer retirar os endividados da “lista suja” e fazer uma campanha de renegociação de débitos atrasados. A descapitalização dos produtores com a seca também preocupa a entidade. A CDL de Patos estima vendas 5% maiores neste Natal sobre o ano passado que cresceu 8%.

Se nas cidades de Sousa e Patos o Natal deverá ser mais magro este ano, a situação de Cajazeiras ainda é mais delicada. Além da seca e das eleições, a Prefeitura Municipal não paga os salários dos servidores públicos há dois meses. O comércio vem amargando queda nas vendas e o endividamento é crescente com a falta de pagamento. Pior. Não há garantia mínima de que a Prefeitura Municipal pague cinco folhas, incluindo o 13º salário, faltando menos de 50 dias para terminar o ano. A CDL de Cajazeiras vai lançar campanha do Natal Premiado mais arrojada que as outras duas cidades-polo, com sorteio de carro e de motos para atrair os consumidores às compras e tentar salvar o Natal deste ano. Para se ter uma ideia, as vendas da data no ano passado cresceram entre 17% e 20%, mas neste ano se houver crescimento de 5% o comércio estará realizado, diante da situação do município.

Na avaliação das CDLs, a antecipação da parcela do 13º Salário do setor público também trabalha contra o setor. Segundo a entidade, a antecipação tira força das compras de dezembro, o que aponta para um Natal mais magro. A aposta das entidades é nas compras a prazo.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *