Quatro auxiliares do governo pedem exoneração e declaram apoio a Cássio


sabino-rc

Uma verdadeira debandada. Foi isso o que aconteceu nesta quinta-feira (10) no governo do estado. Somente hoje, quatro auxiliares do governador Ricardo Coutinho (PSB) – candidato à reeleição – pediram exoneração de seus cargos e declararam apoio à candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB). Com a debandada, o candidato à reeleição Ricardo Coutinho sofre um sério desfalque em sua equipe e terá que rever as estratégias de sua campanha, que não está conseguindo manter apoios essenciais para as eleições deste ano.

O dia começou com o pedido de demissão do controlador geral do Estado, Luzemar Martins, que alegou motivos pessoais para deixar o cargo na administração estadual. Em seguida vieram outros três pedidos de exoneração de diretores de órgãos.

Entre os que deixaram o cargo está o chefe de gabinete da Secretaria de Comunicação, Marcos Alfredo. Ele é de Campina Grande e poderia reforçar o time de Ricardo na cidade, que tem dois candidatos ao governo (Cássio e Vitalzinho). Porém, com a saída de Marcos do governo estadual, o socialista perde mais um aliado no segundo maior colégio eleitoral da Paraíba.

Outro que pediu exoneração foi Sabino Dias. Ele é ex-prefeito do município de Bonito de Santa Fé e filiado ao PSD. E, com a adesão do ex-gestor a Cássio, Ricardo fica sem liderança política na cidade, já que a atual prefeita Alderi Caju declarou seu apoio ao candidato do PMDB, Vital do Rêgo Filho.

Completou a debandada o gestor do Centro de Convenções, Antônio Alcântara, que também já foi vice-presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur).

BLOG DO GORDINHO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *