Política, Cotidiano, Esportes, Memória & afins

Professor e escritor Sebastião Moreira

AM3 – 250×250

SEBASTIÃO MOREIRA DUARTE

Baixio (CE), 02/03/1944


Sebastião Moreira Duarte nasceu no sítio Olho d’Água do Melão, município de Baixio (CE), a 2 de março de 1944, sendo filho de Cícero Moreira da Silva e de Raimunda Alodias Duarte. Fez o primário em Cajazeiras (PB) e o secundário nos Aspirantados Salesianos de Recife, Carpina e Jaboatão. Em São Paulo, frequentou a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Lorena. Abandonando a vida religiosa, radicou-se no Maranhão, a partir de 1965.

Licenciado em Filosofia e Pedagogia, é professor aposentado da Universidade Federal do Maranhão, onde ingressou em 1972. Mestre em Administração Universitária pela Universidade do Alabama, e doutor em Literatura Latino-Americana pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos. No Brasil, exerceu atividades docentes e administrativas em universidades do Maranhão e da Paraíba. Foi visiting scholar das universidades de San Diego, na Califórnia, e de Illinois (Urbana-Champaign), além de professor da Universidade do Tennesse, em Knoxville, nos Estados Unidos.

Tem publicado diversos trabalhos em periódicos educacionais e literários do Brasil e do exterior. Entre 1999 e 2001 foi um dos colaboradores da coluna Sacada, de O Imparcial. Coordenador editorial da coleção Maranhão Sempre, pela qual foram publicados 24 títulos da bibliografia maranhense, com o selo da Editora Siciliano (SP) e sob o patrocínio do Governo do Estado do Maranhão.

Sebastião Moreira Duarte, no seu mister de professor, tem orientado teses doutorais e presidido bancas examinadoras em universidades americanas e brasileiras. Aposentado da Universidade Federal do Maranhão segue na cátedra como professor da Unidade Superior Dom Bosco – UNDB, de onde é também membro do Colegiado do Curso de Direito.

Na área da pesquisa exerceu o cargo de diretor científico da Fapema (Fundação de Apoio à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão). Moreira Duarte é membro da Academia Maranhense de Letras, da Academia Cajazeirense de Artes e Letras (Acal) e de outras instituições culturais do Brasil e do exterior.

BIBLIOGRAFIA

Poesia:

  • Novena de Natal. São Luís: UFMA/Prexae/Funarte, 1977;
  • Canto essencial. Campina Grande: Bruxaxá, 1979;
  • Calendário lúdico. São Luís: Sotaque Norte, 1998.

Ensaio:

  • O périplo e o porto. São Luís: Edufma, 1990;
  • Estudos sobre o mosaico. São Luís: Edufma, 1992;
  • Epica americana: O Guesa, de Sousândrade, e o Canto general, de Pablo Neruda. Urbana, IL (USA): University of Illinois (este livro, ainda inédito, resulta de tese de doutoramento);
  • A épica e a época de Sousândrade. São Luís: Edições AML, 2002.

Crônica:

  • Crônicas de Campo Serrano. Campina Grande: Pontaria, 1980.

Memória:

  • Do miolo do sertão. João Pessoa: Grafset, 1988;(2. ed., Brasília, Senado Federal, 1992;3. ed., São Luís: Sotaque Norte, 2012).

Álbuns Históricos (com fotos de Albani Ramos):

  • Brinquedos encantados. São Luís: Instituto Geia, 2003. (Ed. trilíngue: port.-esp.-ingl.);
  • São Luís: Alma e história. São Luís: Instituto Geia, 2007. (Ed. trilíngue: port.-franc.-ingl.);
  • Maranhão: História, cultura, natureza. São Luís: Instituto Geia, 2010. (Ed. trilíngue: port.-franc.-ingl.);
  • Alcântara: Alma e história. São Luís: 2011. (Ed. bilíngue: port.-ingl.).

Tradução:

  • de John Dewey: Meu credo pedagógico. Campina Grande: Grafset, 1980;
  • de Peggy Sharpe: Espelho na rua: a cidade na obra de Eça de Queirós. Rio de Janeiro: Presença, 1989;
  • de Roberto Malighetti: O Quilombo de Frechal. Brasília: Edições do Senado Federal (v. 81), 2007.g) Edição de Texto, com Introdução e Notas: Padre Mestre Inácio Rolim, do Pe. Heliodoro Pires. (Teresina: Gráfica e Editora Estado do Piauí, 1991);
  • Extrato de gramática grega, do Padre Inácio de Sousa Rolim. Teresina: Halley, 1993;
  • Noções da história natural, do Pe. Inácio de Sousa Rolim. Teresina: Halley, 1993;Virgílio brasileiro (1º v. Bucólicas e Geórgicas), de Manuel Odorico Mendes, São Luís: Edufma, 1995;
  • Antologia poética, de José Chagas. São Luís: Edufma;
  • Rio de Janeiro: Topbooks, 1998; Traduções de Voltaire (tragédias Mérope e Tancredo). São Luís: Edições AML, 1999;
  • Vida e obra do Padre Rolim (contendo o Extrato de gramática grega e Noções da história natural, do Pe. Inácio de Sousa Rolim, e O educador dos sertões, de Deusdedit Leitão, com prefácio de SMD. Brasília: Senado Federal, 2000;
  • As armas e os barões assassinalados. São Luís: Sotaque Norte, 2000;
  • A Balaiada, de Astolfo Serra. 3. ed. São Luís: Instituto Geia, 2008;
  • Memórias e Memórias inacabadas, de Humberto de Campos. São Luís: Instituto Geia, 2009;
  • Diário secreto (2 v.), de Humberto de Campos. São Luís: Instituto Geia, 2010;
  • Compêndio histórico-político dos princípios da lavoura do Maranhão, de Raimundo José de Sousa Gaioso. 3. ed. São Luís: Instituto Geia, 2010.
  • Dr. Bruxelas & Cia, de Fulgêncio Pinto. São Luís: Instituto Geia, 2013.

Discursos e conferências:

  • Na Casa de Antônio Lobo (com José Chagas). São Luís: Edições AML, 1998.
  • Posse na Academia Maranhense de Letras (com José Maria Cabral Marques). São Luís: Edições AML, 2002;
  • Na Casa dos Cem Anos (com Carlos de Lima). São Luís: Edições AML, 2008;
  • Padre Inácio Rolim, ontem e hoje. São Luís: Sotaque Norte, 2010;
  • A José Sarney, em seus 80 anos. São Luís: Edições AML, 2012..
TATYANA
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.