Preso mais um envolvido na morte de comerciante cajazeirense


gte-prende-mais-um-envolvido-n

Uma Operação realizada pelo Grupo Tático Especial (GTE) da 19ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP) em Sousa, resultou na prisão de José Adriano Ferreira de Sousa, mais conhecido como “Cigano de Adelson”, já que existia em seu desfavor um mandado de prisão expedido pela Justiça sousense, pelo envolvimento na morte da comerciante cajazeirense Maria de Fátima Siebra de Andrade, assassinada no dia 13 de outubro de 2012 na cidade de Nazarezinho.

Homicídio – No momento do crime, Maria de Fátima estava na companhia do seu esposo José Ramalho de Andrade. Eles estavam na feira livre no município de Nazarezinho onde trabalhavam na venda de roupas, e ao saírem com destino a Cajazeiras, foram surpreendidos por dois bandidos que assassinaram Fátima com um tiro de espingarda calibre 12.

A vítima foi socorrida pelo próprio esposo para o Hospital Regional de Cajazeiras, mas não resistiu ao ferimento e foi a óbito.

Crime encomendado – No dia 05 de dezembro de 2013, uma Operação denominada “Toritama” realizada pelo Grupo Tático Especial (GTE) da Polícia Civil de Sousa, comandada pelo Delegado Dr. Sylvio Rabello, resultou na prisão de quatro pessoas envolvidas na morte da comerciante cajazeirense Maria de Fátima Siebra de Andrade, no dia 13 de outubro de 2012.

Segundo informações da Polícia Civil, inicialmente foram cumpridos três mandados de prisão, contra as irmãs Lúcia Abreu Santos, mais conhecida como “Marlúcia” de 51 anos, Maria do Socorro, conhecida como “Corrinha”, de 65 anos, e Francisca Bezerra Coura, mais conhecida como “Geralda de Solon”, de 59 anos.

De acordo com o delegado, as mulheres foram as mandates do assassinato. Elas contrataram um pistoleiro que praticou o crime, recebeu a recompensa e depois fugiu.

DIÁRIO DO SERTÃO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *