População denuncia abandono em obra inacabada no Conjunto do Ipep


Um morador vizinho de uma importante obra para o município, quando concluída e entrar em funcionamento, denunciou que a obra inacabada está parada e abandonada pela empresa responsável pela sua construção.

Trata-se do Caps AD III, iniciado na gestão da ex-prefeita Denise Albuquerque e que teve continuidade na atual gestão, após algum tempo parada. A obra foi retomada pelo atual governo municipal, entretanto, foi paralisada novamente.

Segundo os moradores, a obra está cheia de mato e, certamente, tem água acumulada, se constituindo em perigo para a população no que se refere à questão da dengue, zika e chicungunya, já que o local é um criadouro do mosquito Aedes aegypti.

“Isso é um contrassenso: uma obra que deveria cuidar da saúde das pessoas pode estar servindo para transmitir doenças”, disse o denunciante em uma rede social. Ele apelou para que a Secretaria de Saúde do município determine a empresa responsável pela obra que mande fazer uma limpeza no local.

A obra está orçada em R$ 1.140.219,05, com início no dia 30 de junho de 2016 e prazo de conclusão de sete meses, devia ter sido concluída no dia 30 de junho de 2017.

O secretário de Saúde disse que o município teve um problema com a empresa que ganhou a licitação para executar a obra, que ficou 90 dias sem trabalhar no local. Em função disto, a secretaria rescindiu o contrato e abriu licitação para contratar outra empresa para concluir a obra que está com 73% feita.

Ele disse esperar que o prédio esteja pronto ainda este ano, para ser entregue à população que tem problemas com álcool e drogas com atendimento 24 horas por dia.

COM INFORMAÇÕES DO GAZETA DO ALTO PIRANHAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *