População de Cajazeiras pede a conclusão da adutora de Lagoa do Arroz


 adutora-02

A população e a imprensa de Cajazeiras estão pedindo ao governo do Estado, a conclusão da adutora de Lagoa do Arroz, par zona norte e que iria resolver a problemática do abastecimento d’água.

No momento toda população enfrenta um racionamento e não tem água todos os dias em suas torneiras. Tem área que fica até 10 dias sem água.

Após as informações dando de que o açude de Lagoa do Arroz vem tomando bastante água fez com que a população e a imprensa passassem a cobrar a conclusão da obra, que já está pronta.

O fato do açude de Boqueirão de Piranhas também não está tomando muita água, apenas pouco mais de Um milhão de metros cúbicos de água, em função das chuvas na região não estarem correspondendo e do açude da Boa Vista, que faz parte do projeto de Transposição do São Francisco estar barrando grande parte dessa água que devia cair em Boqueirão, responsável pelo abastecimento d’água da cidade de Cajazeiras.

Segundo o gerente regional da CAGEPA, Cleudismar Alexandre Maciel (Nenen), a obra está 80% pronta, acreditando que até junho, ela será entregue à comunidade, com uma adutora e estação de tratamento de água. A adutora está sendo implantada com recursos conseguidos pelo governador Ricardo Coutinho, para o enfrentamento dos 4 anos de invernos irregulares. Era uma ação emergencial e a tubulação de engate rápido, entretanto, provavelmente em função da falta de liberação de recursos por parte do governo federal, as obras não foram concluídas.

A população agradece ao governador Ricardo Coutinho pela iniciativa, entretanto, espera que ela fique pronta o mais rápido possível, pois iria melhorar o abastecimento d’água, não apenas da zona norte, mas de toda a cidade. A população também espera que o governo do Estado troque a rede de distribuição da cidade, que é antiga e vem apresentando vários vazamentos, que desperdiçam água e prejudicam o sistema já deficiente de abastecimento. Como a cidade conta com áreas altas, o abastecimento d’água é dificultado.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *