[PEPÉ PIRES FERREIRA] A Zona Franca do Cariri e o nosso aeroporto


aeroporto-de-cajazeiras-foto-francisco-frança-secom-pb-4

Caro leitor, era meu intento versar sobre cultura e ensino, mas estão ocorrendo fatos que se sobrepõem e muito ao que iria escrever e deixo para tratar o tema depois de tentar fazer minha parte quanto a coisas que realmente considero de mais importância no momento. No instante que meus parcos leitores estiverem lendo essas mal traçadas linhas, estará ocorrendo na vizinha cidade do Icó, uma conferência em que se discute a criação de uma Zona Franca no Cariri cearense, com sede em Juazeiro ou Crato, o que, em tese nos exclui de ser a sede da Zona Franca do Semi-Árido, em que já houve inclusive uma muito bem sucedida conferência desse sentido ocorrida aqui para discutir o projeto do Deputado Federal Wilson Filho, em que houve a participação do outro Deputado Federal de nossa região, Efraim Filho, em que se tratou desse tema da criação dessa Zona Franca, que seria a segunda do país, e certamente alavancaria, e muito a localização de indústrias nessa nossa região. De fato, quando da Conferência realizada em Cajazeiras, a que eu compareci, haviam alguns deputados do nosso vizinho estado do Ceará, e como o mar da política é muito dinâmico, esses que não tem nada haver com nosso estado, devem ter copiado nosso projeto, feito suas adaptações, possivelmente nos excluindo (a Conferência ainda não se realizou e não posso adivinhar o projeto de lá), e com toda a força política de nosso vizinho ocidental, tomar a batata de nossas bocas. Nada de novo; por exemplo: Se O ex presidente Lula não fosse pernambucano, a refinaria que esta (ou estava, pois enfrenta os “problemas” do desvio de recursos, e está sendo devassada), sendo construída no Nordeste não seria em Abreu e Lima (região metropolitana do Recife), mas e talvez no Ceará. O presidente bateu o pé e fechou questão para a refinaria ir para seu estado. Os deputados do Ceará podem perfeitamente fazer, como já fizeram em outras ocasiões, coisa semelhante já aconteceu aqui, o SESI, que deveria ocupar o terreno onde se situa nossa nova Estação Rodoviária, repentinamente apareceu construído em Sousa, o que foi levado pelos representantes de nossa Cidade Irmã, os cearenses, que tem seus interesses para com seus eleitores que vivem nas terras alencarinas e nós podemos, e no conceito deles devemos, ficar em plano secundário, senão à margem desse projeto.

Coisa muito semelhante está ocorrendo, e minha teoria da conspiração indica que esses mesmos cearenses devem estar, de alguma forma envolvidos, na construção, homologação de nosso aeroporto, que poderia concorrer um pouco com o de Juazeiro, então eles e os nossos conterrâneos de Patos, ficam trabalhando nos bastidores para que primeiro atrasem o término,e a homologação do aeroporto daqui, e se dê continuidade no que está para ser construído em Patos. Tenha certeza, caro leitor, que o nosso representante do nosso estado em Brasília, o meu parente Lindolfo Pires, até por ser sousense, não deve se dedicar como deveria para que Cajazeiras tenha seu aeroporto, ainda ficam alguns idiotas daqui, com a velha e conveniente (para eles das outras cidades) estória que aeroporto é coisa de rico, que não há passageiros (hoje se compra passagem pela internet, e a preços abaixo das tarifas de ônibus): É aquela velha estória para boi dormir, e como não temos quem nos represente na Capital Federal devemos perder essas e outras. E, devo repetir, é mais uma conseqüência de nós termos votado em Gobira, que não tinha nenhuma condição de ser eleito. Colhemos o que plantamos. Cajazeiras devia pelo menos se fazer presente nessa conferência do Icó, ao invés de ficarmos tratando de picuinhas paroquiais. Infelizmente não temos representantes No Congresso nacional que poderia ter descoberto essas e outras tramóias que nos prejudicam, e defender os interesses de nossa região.

Se Zona Franca e aeroporto homologado não serve, para que eles querem???

O que devemos fazer, tanto gregos quanto troianos de nossa cidade, é nos juntarmos, darmos as mãos e ir defender nossos interesses comuns ao invés de ficar perdemos tempo com as formigas da política paroquial, as baleias amanhã estarão lá no Icó, e a perda potencial é enorme…

Cada um deve fazer seu dever de casa. Quem tiver condições, em especial nossos representantes, que vá ao Icó, quem devia ir seria nossa população.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *