Paraibanos festejam saldo positivo no Brasileiro de saltos ornamentais


ORNAMENTAIS

Sem poder treinar na Vila Olímpica Ronaldo Marinho, em João Pessoa, já que o centro está passando por reformas, a equipe de saltos ornamentais do Grêmio Cief encontrou uma solução para não deixar os treinamentos de lado. A saída foi montar um trampolim de um metro no Esporte Clube Cabo Branco. A força de vontade dos atletas em não cessar os treinos trouxe resultados.

A Paraíba conquistou sete medalhas no Campeonato Brasileiro Juvenil, que foi disputado no Rio de Janeiro no último fim de semana. Além disso, a atleta Luana Lira conseguiu o índice para o Mundial da categoria na Rússia e o técnico Edmundo Vergara foi convidado para integrar a comissão da seleção brasileira durante o torneio na Europa.

Luana Lira conseguiu a marca para o Mundial da Rússia no trampolim de três metros. Nesta quarta-feira, ela embarca para Brasília, onde vai participar de uma clínica de treinamento em busca de se aperfeiçoar mais e obter um grande resultado competição internacional.

– É muito significante. Já tinha representado (o Brasil) outras vezes. Fui para um Mundial em 2012. E significa muito por eu ser de João Pessoa, com esses treinamentos daqui, e estar treinando só no trampolim de um metro. Eu fiquei muito feliz – disse Luana Lira.

O técnico Edmundo Vergara vai ser o outro paraibano na seleção brasileira da modalidade. Ele vai integrar a comissão técnica do Brasil na competição em Penza, na Rússia, ao lado de Andréia Boeheme, do Fluminense, e Alexander Ferrer, do Tijuca.

– É uma satisfação muito grande. Vem coroar o trabalho que eu acredito ser o melhor para nossa equipe na Paraíba. Foi reconhecido. Eu só tenho a agradecer. E só aumenta mais minha responsabilidade à frente da delegação do Brasil que vai para esse Mundial – comentou Edmundo Vergara.

Campeonato Brasileiro Juvenil

Na competição nacional realizada no Rio de Janeiro, o Grêmio Cief conquistou sete medalhas para a Paraíba. Além de Luana Lira, que conquistou três pratas – nos trampolins de 1m e de 3m e na dupla sincronizada com Giovanna Accioly -, Thales Lourenço também se destacou. O paraibano conseguiu quatro ouros: nos trampolins de 1m e de 3m, na plataforma e na dupla sincronizada ao lado de Igor Justino, de Campinas.

– Acho que foi um dos melhores (desempenhos) que já fizemos, diante de toda a dificuldade que nós estamos passando com relação a estrutura. Estamos aguardando a reforma da Vila Olímpica para termos um centro de referência no Brasil. Mas, com todas essas dificuldades, conseguimos passar esses obstáculos, conseguimos colocações maravilhosas que até então não tínhamos tido.

Para Thales, nem o fato de ele não ter conseguido o índice para o Mundial foi motivo de abatimento. Ele prefere festejar os quatro outros conquistados, resultado que, segundo ele, foi acima da expectativa.

– Foi muito bom. Não esperava ter esse resultado. A gente só está treinando em trampolim de um metro, por causa da reforma do Dede. Mas eu gostei muito. Não consegui atingir o índice, mas fiquei muito feliz com o meu resultado – comentou o atleta.

GLOBOESPORTE.COM

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *