Os sonhos antecedem as conquistas

A COLUNA DE RUI CÉSAR VASCONCELOS LEITÃO

Não quero jamais perder a capacidade de sonhar. Tudo na vida começa com um sonho. Todas as conquistas, em qualquer dos aspectos de nossa vivência (profissional, amoroso ou familiar), são resultados de desejos alimentados por sonhos. Mas não basta sonhar, é preciso lutar para que eles se realizem.

Os sonhadores são destemidos, têm energia positiva, emanam entusiasmo e otimismo, nunca perdem a esperança. È muito bom a cada amanhecer, ao acordar, saber que tem um sonho acalentado e que precisa ser concretizado. Não se abatem com as dificuldades encontradas, nem desistem com facilidade na busca do que desejam. Compreendem que os caminhos a serem percorridos entre o sonho e a realidade nem sempre são curtos. Por vezes são longos e tortuosos, cheios de dificuldades que nos levam em algum instante a imaginar que são impossíveis de serem alcançados. Quanto maior o sonho, maiores serão os embaraços, os obstáculos, os impedimentos, a serem enfrentados.

Sonhar é o primeiro passo para a consecução do que nossa imaginação projeta como ideal na vida. E devemos fazê-lo sem temer as incertezas, vencendo os “fantasmas” que o medo constrói, encarando com ânimo os desafios. Ou investimos nos sonhos, ou morreremos com eles guardados, numa afirmação de covardia que nos impede vencer na vida.

Quero continuar sendo um sonhador. Aprendi com Walt Disney que “se você pode sonhar, você pode fazer”. Ou me inspirar num pensamento de Paulo Coelho: “o mundo está nas mãos daqueles que têm a coragem de sonhar e de correr o risco de viver dos seus sonhos”.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *