O comerciante Adonias Braga


Adonias Braga de Miranda, natural de Nazarezinho, veio para Cajazeiras ainda muito jovem, iniciando suas atividades comerciais com uma modesta mercearia, em sociedade com o irmão Domiciano Braga.

Insatisfeito com o pouco rendimento da mercearia, foi para o Amazonas, onde ficou 8 anos. Ainda com 29 anos, retornou a Cajazeiras e começou a trabalhar no ramo de couros. Adquiriu uma máquina que fabricava sandálias, começando a se consolidar nessa atividade. Instalado na Cel. Guimarães, além de fabricar sandálias, consertava sapatos.

No início da década de 70, Adonias Braga ampliou seus negócios, abrindo a firma A Útil Lar, que teve filiais em Sousa e Patos. Depois de alguns anos, encerrou as atividades dessa  firma, que foram continuadas pelo genro Afonso Trigueiro. Em seguida, iniciou o comércio de material de construção, abrindo a firma Adonias Braga, localizada na Padre José Tomaz, no centro comercial de Cajazeiras. Os produtos do couro que deram origem à sua ascensão também continuavam sendo vendidos por Adonias Braga.

Casado com a cajazeirense Laura Maciel de Miranda, Adonias era um homem dedicado aos seus negócios. Acompanhava de perto toda a movimentação das lojas, era amigo dos funcionários e tratava os clientes com muita presteza. A filha Gerlane, que trabalhou 19 anos com ele, sempre era orientada a tratar bem os funcionários e clientes. “Em algumas ocasiões, era repreendida por ele, porque não falava com os clientes”, conta Gerlane.

Em declarações ao Gazeta, Gerlane Braga Pinheiro disse que Adonias era um homem voltado para os negócios, e estava sempre preocupado com o desempenho das empresas. “Ele comandava tudo de perto, mas não aborrecia os funcionários”, afirmou a filha, que é casada com o empresário Luciano Claudino. Gerlane disse que a maioria dos funcionários do pai tem mais de 20 anos de serviço. “Muitos tiveram com ele, a oportunidade do 1º emprego, e ainda hoje, continuam”, completou.

Além de Gerlane Braga, a outra filha do casal, Eugênia Braga, também se dedicou ao comércio. Ela comandou, juntamente com o esposo Afonso, a loja A Útil Lar, instalada na Rua Juvêncio Carneiro.

Adonias Braga faleceu vítima de problemas cardíacos, em 2003, em João Pessoa.

adonias-braga

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *