Embora um animado carnavalesco, isso guardado as devidas proporções, claro, optei, neste carnaval 2017, por um “algo novo”. E assim, fomos para Triunfo no Pernambuco, que, até então nós não conhecíamos. Confesso, acertamos na “mosca”, com pouco mais de 16 mil habitantes, este município é movido pela indústria do turismo. O seu clima que aponta temperaturas bem baixas é uma das causas da “procura” por ela.

Nestes dias em que estivemos na cidade pude observar o quão é rico este povo no cultivo à sua cultura e a sua tradição e assim entender porque ela tem mais de 20 pousadas que se mantém ao longo do ano. Fugi da folia lá em Triunfo Pernambuco, que, aliás, tem nos Caretas uma marca da tradição cultural do seu carnaval. Mas, o que nos chamou a devida atenção, aliás, isso tem sido sempre uma analise de minha parte, é como estas cidades que Deus me da o prazer de conhecer se mostra em termos de cultivo à sua cultura e a sua tradição e como o seu povo mostra-se “vaidoso” com ela.

Triunfo no estado do Pernambuco é mais uma destas, ao contrário de uma cidade que se diz: “Terra da Cultura” e ou “Terra que ensinou a Paraíba a ler”, onde a vaidade do seu povo passa bem longe. Quando avistamos uma das suas entradas já encontramos um lindo portal com o nome, Triunfo, bem destacado e, murmurei: “Quando será que vamos ver algo assim na Terra da Cultura?”.

No centro da cidade, uma lagoa, devidamente rodeada por um calçadão extremamente bem cuidado, pintado e, onde pela manhã fazia a minha caminhada, uma bela praça com uma academia de saúde e ponto de um passeio em um teleférico, momento para lembrar do calçadão do açude grande com as suas péssimas condições de uma “boa caminhada” e que tanto temos apelado para, pelo menos, “uma arrumadinha” no seu piso.

Só isso? Que nada, ainda tinha o Museu de Triunfo e o Museu do Cangaço, que tem como local um belo prédio de uma antiga escola e que neste estão guardadas para ser vistas pelos visitantes, marcas da história em fotografias, objetos e documentos de Triunfo de Lampião e dos seus cangaceiros. Acabou? De jeito nenhum. Parada no SESC para observar a Fábrica de Criação Popular em um prédio que servia como cadeia em tempos idos, depois ida à Casa das Almas, este nome é uma referencia ao sítio almas onde ela se localiza.

Como não somos de “ferro”, parada no Engenho São Pedro para tomar uma “cachaçinha”, Triumpho daquelas envelhecidas e fabricadas artesanalmente. Ai chega à quarta feira de cinzas e cá estamos de volta à realidade da Terra que ensinou a Paraíba a Ler.

Encostou – O Campinense não jogou uma grande partida contra o Serrano em Campina Grande, mas, o futebol apresentado foi suficiente para vencer o Lobo da Serra, 2 a 1, e desta maneira encostar de vez no líder Botafogo, a distância que os separa são de apenas 4 pontos. Situação inversa vive o Serrano que depois de empolgar nas rodadas iniciais, começa a declinar preocupando os seus dirigentes e com isso se aproxima da ponta de baixo da tabela. Na rodada deste domingo o Serrano enfrenta o Auto Esporte no Almeidão e o Campinense vem ao sertão para o jogo contra o Sousa.

No G 4 – Mostrando uma bela recuperação o Auto Esporte conseguiu importante vitória em João Pessoa na Vila em Valentina, 1 a 0, contra o CSP e a soma deste três pontos o coloca na quarta colocação do campeonato paraibano, ou seja, no G4 para a fase final desta competição. Mais uma vez o destaque fica para o atacante Isaías autor do gol desta vitória que o deixa como vice artilheiro do paraibano. O jogo foi muito intenso e apesar de não jogar aquilo que se espera dele, o CSP pressionou o Auto Esporte durante o final da partida. Com esse resultado o CSP continua na zona da degola e segura a nona colocação seguindo como forte candidato ao rebaixamento.

BOLA DENTRO – Para o heroico empate do Paraíba em Sousa e para o treinador Neto Maradona que deu uma nova cara ao time coral, isso, com os mesmos jogadores. Parabéns ao tricolor e a NOTA 10!

BOLA FORA – Para a vergonhosa campanha do Botafogo da nossa capital na Copa Nordeste. O time do belo empatou em João Pessoa com o Sergipe e praticamente está eliminado desta competição. A coisa tá feia no belo. NOTA 0!

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *