Multidão compartilha dor com a família de Eduardo Campos


velorio campos marina

Com semblante sereno e demonstrando imensa força, Renata Campos, viúva do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, chegou “firme como uma rocha” ao velório do marido. Sem esmorecer, a ex-primeira dama recebeu as condolências de conhecidos e desconhecidos.

Acolhedora, ela em muitos momentos precisou consolar algumas pessoas próximas durante a cerimônia de despedida. Os três filhos mais velhos do casal – Maria Eduarda, João e Pedro, vieram em cima do carro dos bombeiros, ao lado do caixão do pai. Com blusas amarelas, com os dizeres “Não vamos desistir do Brasil”, os jovens bradavam com os punhos cerrados na entrada da Praça da República, em frente ao Palácio do Campo das Princesas.

Na sede do executivo estadual, centenas de pessoas aguardavam a chegada dos restos mortais de Eduardo e dos dois assessores, Carlos Augusto Leal (Percol) e Alexandre Severo, vítimas do acidente aéreo em Santos, na última quarta-feira (13).

Maracatus e blocos líricos saudaram o ex-governador e os assessores. Foto: Luiz Pessoas/NE10

O grupo de Maracatu Piaba de Ouro e integrantes do Bloco Lírico O Bonde anunciaram a chegada do carro dos bombeiros. Quando o veículo despontou na Praça da República, os admiradores do ex-governador começaram a gritar “Eduardo, guerreiro do povo brasileiro”.

A multidão saudou Marina Silva, que chegou acompanhada do governador de Pernambuco, João Lyra. Além da exaltação à memória de Campos, o público ainda cantou o hino nacional, aplaudiu a chegada do corpo, clamou por “justiça” e manifestou apoio à viúva Renata Campos.  O cortejo percorreu 22 quilômetros e passou por onze bairros, antes de chegar ao local do velório.

Foto: Marcela Balbino/BlogImagem

A área destinada ao velório dos corpos ficou repleta de figuras do mundo político, autoridades, parentes e amigos das vítimas da tragédia. O hino de Pernambuco foi executado, ao som de um trompete, pelo Maestro Forró.

Marina Silva não saiu do lado do caixão durante o início do velório. Bandeiras de Pernambuco, do PSB e do Brasil repousavam sobre o caixão de Campos.

Entre os presentes na multidão, estavam o senador Eduardo Suplicy (PT), a candidata ao Senado por Alagoas, Heloísa Helena (PSOL), o deputado federal Beto Albuquerque (PSB), que é líder do partido na Câmara, o presidenciável Eduardo Jorge (PV) e a atriz Lucélia Santos.

Neste domingo (17), às 10h, está prevista uma missa campal na Praça da República, que será celebrada pelo arcebispo de Recife e Olinda, Dom Fernando Saburido, e outros 10 bispos do interior pernambucano.

Por volta das 16h, os caixões devem deixar o palácio em novo cortejo para o cemitério Santo Amaro, onde Eduardo será sepultado. O enterro está marcado para as 17h.

BLOG DE JAMILDO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *