MP propõe que ex-prefeito e mais dez devolvam R$ 1,2 mi gastos no carnaval de Cajazeiras


COISAS DE CAJAZEIRAS

O Ministério Público da Paraíba (MPPB), através da Promotora de Justiça Sarah Araújo Viana de Lucena, ingressou com pedido de Ação Civil Pública para Ressarcimento de Dano ao Erário, contra o ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Rafael Medeiros, juntamente com outras pessoas envolvidas na realização do Carnaval de 2012.

Além de Carlos Rafael, foram citados: Laesso Antônio Souza Abreu, Rusbênio Lira Bezerra, Francisco da Silva Crispim, Francisco do Nascimento Campos, Donaciano Pereira Donato Júnior, Edimilson Paulino de Brito, Francisco Evangelista Ferreira Filho, Kécia Cristina Sousa Moreira, Francineire Silva Campos e Ulisses Neto Mesquita.

Trata-se do Inquérito Civil Público sob o n° 084/2012, do último dia 06/08/2018. A referida Ação Civil Pública Para Ressarcimento de Dano ao Erário, requerida pelo MPPB, foi encaminhada ao Juízo da Comarca de Cajazeiras, pedindo a condenação dos envolvidos em atos de improbidade administrativa por, no entendimento do Ministério Público, terem causado danos ao erário público e pede a condenação destes com o objetivo de ressarcir aos cofres públicos a importância de R$ 1.246.000,00, aplicados indevidamente quando da realização do Carnaval de 2012.

A ação é divida em duas partes: uma pede o ressarcimento do dinheiro referente a contratação da estrutura do carnaval, como palco e iluminação, no valor de R$ 875 mil e a outra pela venda de camarotes e barracas, no valor de R$ 371 mil.

O juiz, após analisar a documentação, ouvir os dois lados e testemunhas, vai fazer o seu julgamento, isto é, se acata ou não a denúncia feita pelo Ministério Público, que entendeu que houve irregularidades na aplicação dos recursos.

COM INFORMAÇÕES DO GAZETA DO ALTO PIRANHAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *