Marcélia Cartaxo, por ‘Pacarrete’, é escolhida a Melhor Atriz no Los Angeles Brazilian Film Festival 2019


Foram anunciados nesta quinta-feira, 17/10, no Laemmle Monica Film Center, em Santa Mônica, os vencedores da 12ª edição do LABRFFLos Angeles Brazilian Film Festival. O longa cearense Pacarrete, dirigido por Allan Deberton, foi o grande vencedor com cinco prêmios, entre eles, o de melhor filme e melhor atriz para Marcélia Cartaxo.

O prêmio de melhor documentário ficou com Meu Nome é Daniel, de Daniel Gonçalves, e o de melhor ator foi para Eduardo Moscovis, de Veneza. Sobre o evento, Meire Fernandes, fundadora do LABRFF, comentou: “Encerramos a 12ª edição felizes com os resultados. Exaltamos o cinema brasileiro, recebemos mais de 70 cineastas vindos do Brasil, homenageamos a fantástica Marcélia Cartaxo, sem falar na nossa feira de mercado, o Brazilian Film Market, que colocou nossos realizadores em contato com a indústria americana. O audiovisual brasileiro é forte, e mesmo enfrentando muitas adversidades, estamos firmes em busca de fortalecer cada vez mais o nosso cinema”.

Também foi divulgada a lista dos vencedores do 1º Los Angeles Latin Music Video Festival, competição de videoclipes que estreou este ano dentro do LABRFF“Ficamos muito satisfeitos com os resultados. Nosso primeiro LAMV trouxe realizadores do Brasil para os Estados Unidos e, de fato, a presença no festival é muito importante”, disse Manoel Neto, diretor de marketing do LABRFF e do LAMV. Além disso, o primeiro homenageado do LAMV foi o músico Roberto Menescal“Em homenagem a ele vamos gravar um clipe da música O Barquinho com todos os artistas que vieram para o festival”, revelou.

Conheça os vencedores do Los Angeles Brazilian Film Festival 2019:

Melhor FilmePacarrete, de Allan Deberton
Melhor DocumentárioMeu Nome é Daniel, de Daniel Gonçalves
Melhor DireçãoAllan Deberton, por Pacarrete
Melhor AtorEduardo Moscovis, por Veneza
Melhor AtrizMarcélia Cartaxo, por Pacarrete
Melhor Ator CoadjuvanteAndré Mattos, por Veneza
Melhor Atriz CoadjuvanteCarol Castro, por Veneza
Melhor RoteiroPacarrete, escrito por Allan DebertonAndre AraujoSamuel Brasileiro e Natália Maia
Melhor FotografiaVeneza, por Gustavo Hadba
Melhor EdiçãoPacarrete, por Joana Collier
Melhor Trilha SonoraBoca de Ouro, por Berna Seppas
Melhor Filme da Mostra Walfredo Rodrigues | Spotlight ParaíbaRebento, de André Morais
Melhor curta-metragem (empate): Rosas, de Ivann Willing e O Menino da Terra do Sol, de Michel Marchetti
Melhor curta-metragem InternacionalTyler, de Joel Junior
Melhor Young Filmmaker | BrasilO Véu de Amani, de Renata Diniz
Melhor Young Filmmaker | EUARoses are Blind, de Gui Agustini, e Mariposa, de Dimitri Luedemann
Reconhecimento EspecialO Grande Amor de um Lobo, de Kennel Rógis e Adrianderson Barbosa
Reconhecimento EspecialEssência, de Lael Arruda e Lúcio Cesar Fernandes
Reconhecimento Especial | Melhor Ator MirimEduardo Giovanella, por O Menino da Terra do Sol
Reconhecimento EspecialExpedição 21, de Alex Duarte
Reconhecimento EspecialCaden Andreus, por Tyler

LAMV | Los Angeles Latin Music Video Festival

Melhor VideoclipeSaci (BaianaSystem), de Rafael Kent
Melhor DireçãoRafael Kent, por Saci, de BaianaSystem
Melhor FotografiaCoração Cigano (Lia Paris), por Gleeson Paulino e Jens Ostberg
Melhor EdiçãoCoração Cigano, por Gleeson Paulino e Saci, por Rafael Kent
Melhor LançamentoWe are the Nature, de Marcos Negrão e AA Song, de Gabriel Novis
Melhor VozAlex Albino

Marcélia Cartaxo é homenageada no Los Angeles Brazilian Film Festival 2019

A cerimônia de abertura do LABRFFLos Angeles Brazilian Film Festival, aconteceu no domingo, 13/10, no Harmony Gold, em Hollywood. Além do documentário Child of Nature, de Marcos Negrão e Miguel Krigsner, que abriu o evento, a noite foi marcada pela homenagem à atriz paraibana Marcélia Cartaxo.

Nascida em Cajazeiras, no sertão da Paraíba, Marcélia estreou nas telonas em A Hora da Estrela como Macabéa, personagem da obra-prima de Clarice Lispector, papel que lhe rendeu o primeiro de quatro Candangos no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, incluindo a viúva Querência de A História da Eternidade, do pernambucano Camilo Cavalcante.

Com uma trajetória brilhante, Marcélia acumula ainda outros grandes prêmios, como o Urso de Prata de melhor atriz no Festival de Berlim por A Hora da Estrela, de Suzana Amaralmelhor atriz no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, por Madame Satã; entre outros. Além disso, também foi homenageada em outros festivais, como: Festival Aruanda de CinemaCurta na SerraCine Amazônia e Cine Belo Jardim. Recentemente, foi ovacionada no Festival de Cinema de Gramado e levou o Kikito de melhor atriz pelo filme Pacarrete, de Allan Deberton.

Na abertura da 12ª edição do LABRFF, a atriz relembrou sua carreira em um vídeo exibido no Harmony Gold, subiu ao palco e foi muito aplaudida pelo público. Emocionada, fez um discurso comovente: “Eu nunca imaginei, eu nunca sonhei com isso. Foi com muita experiência, com muito carinho e amor que abracei essa carreira. Toda minha trajetória foi na prática, no saber, no sentir. Estou muito emocionada. É um momento inesquecível na minha vida”, disse.

COM INFORMAÇÕES DO CINE VICTOR

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *