[LENILSON OLIVEIRA] Começaram as estratégias


Xadrez-Jogo-de-xadrez

Como todo bom jogo, o da política parece ser um dos que exigem mais habilidade e estratégia do que mesmo força ou poderio, seja econômico ou de qualquer outra natureza. Como num campo de batalha de uma guerra, as mínimas decisões adotadas pelos seus comandantes influenciarão para que o resultado final da contenda seja a vitória ou a derrota.

Igualmente, como em qualquer jogo de estratégia e raciocínio, qualquer peça mal mexida no tabuleiro pode significar uma derrota antecipada, deixando o campo de jogo ao sabor do adversário.

Assim é no jogo político-partidário e é o que já tem notado em todos os municípios da Grande Cajazeiras, e de resto em toda a Paraíba, com vistas às eleições de outubro próximo, estando em jogo as cadeiras de prefeito, vice-prefeito e vereadores.

O que tem se observado, a dois meses do prazo final para as realizações das convenções municipais para homologação das candidaturas junto à Justiça Eleitoral, é a continuação e acirramento de algumas disputas localizadas, tradicionais ou recentes, a partir de rompimentos, alguns traumáticos e outros até naturais, dependendo de análises mais profundas de caso a caso, o que não nos caberia fazer aqui.

O fato é que situacionistas e oposicionistas dos municípios da região já estão com seus blocos na rua, dentro do permitido pela Legislação Eleitoral, traçando estratégias, buscando novas alianças, cooptando antigos adversários e, igualmente, vendo aliados “da própria cozinha” debandando, por um ou outro motivo, que só eles sabem de verdade.

Enquanto podem, todos vão usando a imprensa pessoalmente ou pelos seus porta-vozes para sacramentarem seus nomes na disputa e, de quebra, criticarem adversários, num jogo de retóricas improdutivas, que só servem para aguçar mais ainda a sanha dos seus sectários, alguns conservando paixões até subservientes ou dependentes de um cargo disso ou daquilo para sobreviverem, muitas das vezes até sem prestarem serviço algum.

De sua parte, até onde podemos acompanhar, a imprensa, sobretudo de Cajazeiras, que cobre toda a região, tem cumprido seu papel de difundir o jogo para a população com tratamento igualitário para todos, como sempre fez.

Nos tempos modernos de Internet, com redes sociais, blogs, sites, portais, etc, os ainda pré-candidatos também tem sabido usar muito bem essa importante e democrática ferramenta, com grande alcance em todas as classes sociais, alguns mais e outro menos, mas sempre presentes com suas divulgações de reuniões, conquistas de alianças e outras atividades da pré-campanha.

Da sua parte, o eleitor, cada vez esclarecido e consciente do seu papel para uma boa escolha para sua cidade, continua esperando para saber quem mexerá melhor as pedras no tabuleiro.

Que venha junho, para aparecerem os primeiros resultados deste jogo!

lenilson.destaque@gmail.com

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *