Lembretes

A COLUNA DE RAFAEL HOLANDA

Seja sempre o sorriso que cura a dor, a pequena gota que faz bem ao doce, o pequeno espaço que conforta o corpo, a mão que amansa a raiva, a esperança que se torna real, e assim o tempo se abre em leque e Deus mostra a janela aberta.

Não suje o caminho que seus pés construíram e atravessaram, muitas vezes entre crateras e espinhos, sendo colocado o que existia de simples para não machucarem os que virão.

Seja simples, pois do outro lado nada se leva, apenas se carrega na matula o que o tempo foi capaz de realizar em defesa dos que sofriam e viviam na esperança de encontrar a felicidade.

Deixe seu nome preso na cancela do tempo, e mesmo com forte vento ele se manterá; um dia alguém passará, após anos e dirá em alta voz: este esteve aqui e deixou saudades.

Carregue as suas tristezas pelas estradas do mundo, mas não entregue a ninguém, e talvez encontre quem lhe ouça, e conte suas tristezas também.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *