Justiça proíbe carreatas, queima de fogos e tráfego de paredões nos eventos políticos em Cajazeiras



A juíza da 68ª Zona Eleitoral de Cajazeiras, Silvana Carvalho acatou em partes nesta quarta-feira (05) uma representação do Ministério Público Eleitoral pedindo proibição de carreatas, assim como queima de fogos e movimentação de paredões de som em eventos políticos durante a campanha deste ano em Cajazeiras.

As coligações da cidade já foram devidamente notificadas com relação à decisão da juíza Silvana Carvalho que determinou a proibição de carreatas pela necessidade de garantir a ordem e a segurança pública, sendo que esses movimentos geram tumulto.

De acordo com a decisão da juíza eleitoral, o cartório eleitoral do município de Cajazeiras possui várias fotos e filmagens de crimes que são cometidos em ocasiões. Ela alegou também que esse tipo de movimentação congestiona a cidade.

A juíza proibiu também a queima de fogos e a movimentação de paredões de som em eventos como arrastões ou passeatas. Os paredões devem ficar parados em locais de comício, caso contrário, poderá ocorrer à apreensão do veículo e do reboque.

As passeatas na cidade de Cajazeiras continuam permitidas, pois a juíza Silvana Carvalho entendeu que esses eventos não interferem na ordem pública do município, além de fazer parte do momento eleitoral.

 

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *