Justiça condena jovens acusadas de furto em caixas de supermercado


O juiz substituto da 1ª Vara da Comarca de Cajazeiras, Francisco Thiago da Silva Rabelo, proferiu sentença condenatória para três jovens acusadas de furto no Supermercado Cajazeiras. As rés foram denunciadas por desvio de recursos nos caixas do Supermercado Cajazeiras, entre o mês de janeiro e março de 2016.

As três jovens, sendo duas operadoras de caixas e uma responsável pelos cancelamentos e confirmação de vendas, elitizaram do abuso de confiança e do mesmo modus operandi, para subtrair aproximadamente R$ 40 mil e, ainda segundo as investigações, permaneceram associadas com o fim especifico de cometer crimes, configurando uma formação de quadrilha.

Após receber a denúncia do Ministério Público, ouvir testemunhas e analisar as imagens das câmeras de segurança da loja, ficou comprovado o desvio de dinheiro nos caixas do Supermercado Cajazeiras e o juiz entendeu que houve abuso de confiança e formação de quadrilha.

Na sentença, o magistrado condenou as três jovens a uma pena de quatro anos, quatro meses e 27 dias, além de uma multa de um salário mínimo para cada uma das acusadas. O juiz determinou que o cumprimento da pena seja, inicialmente, em regime semi-aberto, considerando o quantum da condenação.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *