Política, Cotidiano, Esportes, Memória & afins

Juíza e promotora entregam “Atestado de Pena” aos presidiários de Cajazeiras

AM3 – 250×250
O DOCUMENTO TEM COMO FINALIDADE NORTEAR OS APENADOS NO CUMPRIMENTO DE SUA PENA
O DOCUMENTO TEM COMO FINALIDADE NORTEAR OS APENADOS NO CUMPRIMENTO DE SUA PENA

A juíza da Vara das Execuções Penais de Cajazeiras, Paula Francinete, juntamente com a promotora, Flávia Cezarino, entregou aos presidiários de Cajazeiras e presos provisórios o “Atestado de Pena”, conforme determina a lei.

Em entrevista ao Sistema Alto Piranhas de Comunicação, a juíza Paula Francinete disse que com o documento tem como finalidade nortear os apenados no cumprimento de sua pena, inclusive, ficam sabendo quanto tempo ainda têm a cumprir e os benefícios que podem alcança no decorrer do cumprimento, como por exemplo, a Progressão de Regime, por exemplo.

Durante a presença da juíza e da promotora ocorreram algumas reclamações por parte de alguns presidiários, dizendo que já deveriam estar livres. A magistrada disse que ia solicitar que a Defensoria Pública do Município de Cajazeiras acompanhasse esses casos.

A juíza também disse que vai tomar providências, analisando os processos, em relação presos provisórios que já estão há 6 meses presos, para que essa situação não perdure por mais tempo.

Conforme a magistrada só não recebeu o Atestado de Pena os presos cujos processos tenham alguma pendência, que também serão avaliados.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS
TATYANA
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.