Jornalista e professora cobra da sociedade defesa da universidade pública


mariana_moreira

A professora da UFCG, campus de Cajazeiras e jornalista, Mariana Moreira cobrou no seu artigo da edição da semana passada deste jornal que a sociedade civil organizada do município encampe a defesa da universidade pública que está em greve desde o mês de maio em nível nacional e desde o dia 08 de junho, em Cajazeiras, com os docentes e funcionários lutando por reajuste salarial, melhores condições de trabalho e concurso público.

Mariana Moreira cobrou essa defesa por parte de entidades como o MAC (Movimento dos Amigos de Cajazeiras), Lions, Maçonaria, Rotary, CDL e demais entidades representativas da sociedade como sindicatos e associações, além da classe política,como um todo.

A professora lembrou da grande mobilização feita na cidade em defesa da instalação do Curso de Medicina em Cajazeiras e que iria atrair estudantes de vários recantos do País para consumirem na cidade, o que não se observa nesse momento em que a universidade pública passa por um momento difícil, com suas portas fechadas e enfrentando cortes no orçamento feito pelo Governo Federal.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *