Jeová diz que parceria da Energisa com o Governo do Estado vai possibilitar disseminar conhecimento sobre energias renováveis


Deputado Jeová falou da importância do aproveitamento da energia renovável

A Paraíba pode se tornar um referencial em formação de mão de obra especializada para atuar no setor de energia renovável, especialmente, com energia eólica e solar. O deputado Jeová Campos anunciou hoje (16), durante o pequeno expediente na ALPB, que os entendimentos entre o Governo do Estado, através do secretário de Educação, Alessio Trindade, e a direção da Energisa, com o diretor da Empresa, André Teobaldo, estão bastante adiantados. A proposta de parceria consiste em instituir um curso profissionalizante para formação de mão de obra capaz de trabalhar com equipamentos e sistemas que utilizam energia renovável. “Eu recebi uma ligação do André Teobaldo nos dando retorno sobre a possibilidade real de termos um projeto que é super importante para a Paraíba e que vai disseminar conhecimento sobre energias renováveis”, afirmou o deputado.

Segundo Jeová, a região do sertão paraibano é extremamente rica em índice de radiação solar, mas, infelizmente, até hoje não teve nenhum caminhar nesta direção. “Essa realidade está próxima de mudar, pois estamos, com apoio do secretário de Educação, Alessio Trindade,  chamando a Energisa para construir  uma parceria para implantar em Cajazeiras, na escola técnica estadual, que será inaugurada no próximo ano, laboratórios para trabalhar e capacitar estudantes para atuar com energia tradicional e também renováveis. O Estado entraria com a parte do pessoal e a estrutura física para fazer funcionar essa capacitação e a Energisa com os laboratórios”, destacou o parlamentar.

O deputado lembrou ainda que na cidade de Monte Horebe está sendo implantado um parque eólico, mas, infelizmente não há na região do sertão nenhum profissional qualificado para operar nesse setor. “É preciso disseminar conhecimento, capacitar pessoas que possam atuar com essa matriz energética, e ai é onde se destaca a importância dessa parceria que começa a ganhar vulto entre o Governo do Estado e a Energisa. E o primeiro passo é a escola, a formação profissional, a capacitação de mão de obra especializada”, destacou Jeová.

O deputado lembrou ainda da importância do direcionamento de recursos da Sudene para investimentos em projetos de indústrias que possam se instalar no Nordeste para produção de placas solares. “As placas hoje são importadas e por isso são caras porque não fazer parceria com empresas brasileiras para baratear essa produção e aproveitar uma riqueza que a natureza nos dá de graça que é a energia solar?”, questionou Jeová. Segundo ele, a Alemanha gostaria de ter, pelo menos, metade de radiação solar que o sertão paraibano, rio grandense, cearense e pernambucano tem para produzir energia solar. “Lamentavelmente, nós temos o sol, mas ainda não estamos valorizando e explorando esse enorme potencial de energia renovável que a natureza nos dá de graça”, finalizou o parlamentar.

NEWS COMUNICAÇÃO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *