Jeová conclui mandato na AL dando um exemplo de luta e compromisso com o desenvolvimento do Estado


Os últimos quatro anos foram períodos de muito trabalho para o deputado estadual Jeová Campos (PT) que se despede da Assembleia Legislativa da Paraíba com o aval de ter sido um dos parlamentares mais atuantes da legislatura que se encerra. Isto porque, Jeová sempre esteve presente na Casa, fez importantes pronunciamentos, foi autor de diversos projetos interessantes e manteve a coerência durante todo o seu mandato. Não à toa, Jeová, com sua postura ética e sempre comprometida com o desenvolvimento sócio-econômico e cultural do Estado, encerra seu mandato satisfeito com sua atuação, visto que várias proposituras de sua autoria contribuíram, de fato, para melhorar a qualidade de vida dos paraibanos. “Fiz o melhor que pude. Encerro meu mandato de cabeça erguida”, afirma ele.

Entre os anos de 2006 e 2010, Jeová apresentou diversos projetos dirigidos ao progresso e o bem-estar do povo paraibano. Colocando em prática um projeto político diferenciado, Jeová lutou, principalmente, pela Educação, passando também pela geração de emprego e renda para as populações mais carentes do Estado, pelo acesso ao saneamento básico, Saúde, Segurança, Infraestrutura e, também, por água potável, tão essencial para a sobrevivência humana. Foi de sua autoria, por exemplo, o PL de Nº 520/2007, que delimitou a área do município de Cachoeira dos Índios com o vizinho município de Cajazeiras e possibilitou que Cachoeira recobrasse os recursos que antes iam erroneamente para Cajazeiras. A Lei Estadual de N° 8.391/2007, que criou o programa de atendimento especial para fins de renda e emprego às mulheres vítimas de violência doméstica, também é de autoria de Jeová e representou um avanço para as mulheres.

Outra ação que poderia, caso não tivesse sido vetada pelo executivo, poderia influenciar positivamente o futuro de muitos paraibanos. Trata-se de uma proposta de Jeová que sugeriu a mudança no destino dos recursos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza da Paraíba (Funcep-PB), hoje destinados, exclusivamente, para aplicação em ações suplementares de nutrição, habitação, educação, saúde, saneamento básico, reforço de renda familiar e outros programas de interesse social. A proposta do deputado era viabilizar o acesso à inclusão produtiva das populações carentes, sendo estes recursos, que em 2011 deve alcança o patamar dos R$ 50 milhões, aplicados na criação de geração de trabalho na agricultura, na pecuária, na pesca, na extração mineral, na atividade comercial e industrial, e na micro atividade produtiva. No entanto, no primeiro semestre de 2010, o governador José Maranhão vetou a proposta, mas garantiu que a questão estaria no centro das discussões do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Paraíba (CDES/PB). Recentemente, Jeová sugeriu ao atual gestor estadual que utilizasse esses recursos no Projeto Empreender.

Mas, outras iniciativas do parlamentar também interferiram positivamente no dia a dia das pessoas. Jeová lutou e foi um dos responsáveis pela conquista da implantação do Curso de Medicina para o Campus da Universidade Federal dde Campina Grande (UFCG), em Cajazeiras, que deu outra dinâmica ao município a partir de então. Assim como também foi ele quem propôs a criação e instalação de uma Unidade de Medicina Legal (UML) na cidade, além da instalação do escritório do Projeto Cooperar em Cajazeiras, que beneficiará milhares de microempresários da região. E por falar em micro atividade comercial, Jeová, como presidente da Comissão de Desenvolvimento da AL propôs ao governo diversos projetos para a geração de emprego e renda. A implementação do Pólo de Confecção em Cajazeiras, que beneficiaria mais de três mil pessoas que hoje vendem mercadorias de outros estados, foi um dos principais focos de defesa de seu mandato.

Jeová explica que este projeto derivou de outro de sua autoria e que tinha o objetivo de levantar as potencialidades econômicas de cada região paraibana. Para Jeová, o desenvolvimento econômico da Paraíba só será efetivo se antes forem levantadas e avaliadas a vocação econômica das variadas áreas do Estado. “A Paraíba tem muitas desigualdades sociais e diferenças vocacionais, com variadas potencialidades. Durante meu mandato fiz audiências em vários municípios e pude fazer o levantamento destas potencialidades e indicar algumas intervenções, a exemplo do fomento da caprinocultura no Cariri, da produção de redes na região de São Bento, da piscicultura na região de Coremas, do pólo de confecções em Cajazeiras”, disse o parlamentar.

Apontado diversos anos pela Revista Tribuna, Maop Publicidade e mais recentemente pela TV Master, como um dos melhores e mais atuantes parlamentares da Paraíba, o deputado Jeová Campos também lutou pela expansão universitária em todas as regiões do estado, defendeu a reestruturação dos Hospitais Regionais, com destaque para o Hospital Regional de Cajazeiras, e batalhou pela integração econômica dos municípios através da melhoria do acesso às cidades e vilarejos no interior do Estado. Com sua ajuda, inúmeros convênios de pavimentação de estradas foram firmados, inclusive o próprio Aeroporto Regional de Cajazeiras, que hoje tem sua pista de pouso pronta, também graças ao empenho de Jeová, que mesmo antes de se tornar parlamentar já defendia sua construção como fundamental para o desenvolvimento da região sertaneja do Estado.

Além disso, Jeová também batalhou para reestruturar a Delegacia Especial da Mulher que funcionava precariamente no prédio da 1° e 2° Delegacias Distrital em Cajazeiras; solicitou e conseguiu a entrega de diversas viaturas na região do alto sertão para melhorar o patrulhamento e policiamento da localidade que tem problemas graves de segurança pública. A anulação da venda de 1.987 hectares de terras feita pelo governador José Maranhão, referente ao projeto Várzeas de Sousa, também teve ação direta do parlamentar. Para o deputado petista, a iniciativa foi fundamental para reparar as irregularidades que foram cometidas no projeto durante a gestão do governo Cássio Cunha Lima, que passam pela diminuição da área licitada, pela destinação irregular dos lotes, pela exclusão das pessoas físicas no processo licitatório entre outras irregularidades.

Desabastecimento de água e Transporte Escolar também estiveram na agenda do parlamentar. Junto a prefeitos e vereadores, Jeová atuou para resolver antigos problemas ligados ao abastecimento de água. Durante os últimos dois anos, o deputado teve inúmeras audiências com o ex-secretário Francisco Jácome Sarmento, da Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), para buscar uma solução para que a população de municípios do interior tivessem água potável em casa, bem como também se reuniu, frequentemente, com o ex-secretário de Educação, Sales Gaudêncio, para solicitar do governo do estado a complementação para o transporte escolar e locação de prédios para funcionamento de escolas estaduais em diversos municípios sertanejos.

Após as eleições e inúmeras provas de lealdade e também de infidelidade, o deputado do PT mais votado na Paraíba, eleito com 27.521 votos, deixa a Casa de Epitácio Pessoa, mas continua a lutar pelos menos favorecidos e a desejar uma Paraíba mais justa. “O mandato é um instrumento que me deu poderes de representar o povo de forma mais efetiva, mas ainda tenho a força e o vigor necessários para atuar no meu Estado como cidadão e defender meu povo. Como representante do povo paraibano procurei lutar por uma melhor qualidade de vida para a nossa gente. Penso que dei uma contribuição importante para o desenvolvimento de nosso Estado. Se não avancei mais, não foi minha culpa”, afirma Jeová, que a partir de agora volta a atuar como advogado.

News – Assessoria & Comunicação

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *