Jeová Campos solicita que Vara do Trabalho não seja removida de Cajazeiras


O deputado estadual Jeová Campos (PSB), compreendendo que o acesso à Justiça deve ser facilitado e ampliado ( artigo 5, Inciso XXXV da Constituição Federal), e não o contrário, protocolou requerimento junto à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para que a 17ª Vara do Trabalho de Cajazeiras não seja desinstalada ou removida da cidade.

Segundo o deputado, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Cajazeiras, através de seu presidente, Dr. José Airton Gonçalves de Abrantes, encaminhou um ofício ao seu gabinete solicitando atuação nesse sentido. Em sua justificativa, a OAB afirma que tem sido veiculadas na Imprensa diversas notícias de que a 17ª Vara do Trabalho poderá ser desinstalada da cidade e que se isso acontecer vai causar danos não só à população cajazeirense, mas à população de um conjunto de 12 municípios próximos.

Além de Cajazeiras, os cidadãos de Cachoeira dos Índios, Bom Jesus, São João do Rio do Peixe, Triunfo, Santa Helena, Bernardinho Batista, Poço José de Moura, São José de Piranhas, Carrapateira, Monte Horebe e Bonito de Santa Fé, que fazem parte da Vara, iriam ser prejudicados com essa remoção.

“Essa é uma Vara que atende a muitos municípios. Não pode ser removida de Cajazeiras, que polariza serviços dos mais diversos no sertão, inclusive, o Judiciário. Se isso acontecer, as populações dessas cidades terão que se deslocar até outro município para ter acesso à Justiça do Trabalho. Isso não deve acontecer”, comentou o parlamentar, esperando que seu pedido seja considerado em favor dos sertanejos.

NEWS COMUNICAÇÃO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *