Jeová Campos detona seu grupo político: “traidor, moleque e sacana”


O deputado estadual Jeová Campos, que não conseguiu eleger-se à Câmara Federal, disse na manhã de hoje nos microfones do programa Espaço Aberto, que vai ao ar das 6 às 8 da manhã na Arapuan FM Cajazeiras, que atribui a sua derrota à traições, molecagens e sacanagens.

Ácido e contundente, Jeová Campos chamou de traidor o deputado federal e senador eleito Wilson Santiago, por ter colocado uma pedra chamada Wilson Filho no seu caminho. Acusou Wagner Breckenfeld, sãojoãonense superintendente do Porto de Cabedelo, de ser moleque por ter trazido Benjamim Maranhão para ser votado em São João do Rio do Peixe.

Por fim, chamou o secretário estadual de Educação Sales Gaudêncio de sacana, por também ter apresentado a candidatura de Benjamim Maranhão no Rio do Peixe. Com isso, segundo Jeová, perdeu importantes redutos, o que acabou minando a sua candidatura a deputado federal.

1 Comment

  1. Avatar
    Anônimo
    20/09/2012

    nessa imundície que chamomos de polpitica que na verdade não passa de politicagem, não sabemos que são os homens nem os ratos. Sabemos apenas que todos os envolvidos lutam por interesses próprios.
    fico a me perguntar: Quem são essas pessoas e o que querem de Cajazeiras?
    Sei e entendo… São surrupiadores do erário público e enganadores de pobres coitados que vestem camisas de cor e correm por eles em passeatas e comícios.
    Crie vergonha meu povo, pois pedir pra eles terem é dificil pois não habitam neles tal sentimento. Laurineto

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *