Inquérito apura denúncia de abuso sexual cometido por padre na Paraíba


padre-pedofilo

Um inquérito policial foi aberto na quinta-feira (20) para apurar a denúncia de um abuso sexual cometido em 2008 por um padre da paróquia de Pitimbu, município do Litoral Sul da Paraíba. De acordo com delegado regional do Litoral Sul e responsável pela investigação, Aneílton Castro, a denúncia foi feita pela mãe da vítima, hoje com 21 anos.

Segundo depoimento prestado à polícia pelo jovem, na época do abuso ele tinha 15 anos e o padre oferecia presentes, dinheiro e convites para viagens em troca de favores sexuais. Ainda segundo a denúncia, os abusos aconteciam em moteis em cidades vizinhas à Pitimbu e na própria paróquia.

Ainda de acordo com o delegado, o jovem afirmou que o primeiro contato com o padre aconteceu pela internet. “Segundo depoimento, eles se conheceram através de um bate-papo. A partir desse contato começaram o relacionamento. O rapaz comentou que dirigia até o carro do padre em viagens para outras cidades”, relatou o delegado.

Conforme informações repassadas pela Arquidiocese da Paraíba a TV Cabo Branco, o padre denunciado se encontra afastado das funções da arquidiocese por conta das investigações. O afastamento também foi confirmado pelo delegado do caso.

Na sexta-feira (21) a Arquidiocese enviou dois representantes até Pitimbu para obter detalhes das queixas feitas pelo jovem e por sua mãe. Aneílton Castro contou que atualmente mãe e filho moram na Noruega.

Ainda de acordo com o delegado responsável pelo inquérito, o padre denunciado será intimado oficialmente para depor nos próximos dias. “Entramos em contato com a Arquidiocese da Paraíba, com o setor jurídico mais especificamente, e eles estão sabendo da denúncia. Embora a notificação formal ainda não tenha sido feita. A intimação será oficializada até a sexta-feira [27]”, garantiu Castro.

G1

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *