Idosa morre aos 117 anos no Abrigo Luca Zorn, em Cajazeiras


Faleceu na manhã do sábado (07), em Cajazeiras, Maria Umbelina, considerada uma das mulheres mais velhas do Brasil. Com 117 anos, dona Umbelina faleceu de causas naturais no Abrigo de Idosos Luca Zorn, onde vivia há mais de 12 anos. O velório aconteceu no próprio abrigo e o sepultamento foi no cemitério Nossa Senhora Aparecida.

“Maria Umbelina parte deixando saudades, mas também nos deixando agradecidos por poder ter compartilhado de sua presença durante esses anos, onde nos encantou com seu jeito de ser. Que Deus a receba de braços abertos e que, agora junto ao Pai Celestial, ela possa descansar e interceder por todos nós”, diz trecho da nota de falecimento publicada pela direção do abrigo.

De acordo com Fátima Cruz, diretora do Abrigo de Idosos Luca Zorn, a centenária morava com uma amiga em um sítio na zona rural de Cajazeiras quando a direção do abrigo, a pedido dessa amiga, resolveu assumir os cuidados dela.

Dona Umbelina era cega, mas a deficiência não tirava seu bom humor. No abrigo ela se tornou amiga de todos e chamava a diretora Fátima Cruz de mãe.

A idosa nasceu em Bananeiras, no Brejo paraibano, teve três filhos naturais, dos quais um já faleceu, e alguns adotivos. Um dos seus filhos ainda reside em Cajazeiras.

Até 2015 ele achava que a idosa já havia falecido. Somente após um encontro casual com Fátima Cruz, é que o homem descobriu que sua mãe ainda permanecia viva.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *