HUJB premia vencedores do 1º Concurso de Redação


O Hospital Universitário Júlio Bandeira da Universidade Federal de Campina Grande (HUJB-UFCG), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), premiou os vencedores do 1º Concurso de Redação do HUJB na manhã desta quinta-feira, dia 16. Os dois primeiros colocados receberam tablets e, junto com os responsáveis, conheceram o setor de pediatria do hospital, onde funcionam o pronto-atendimento e a ala de internação.

A premiação aconteceu no hospital e contou com a presença da diretora da Escola Estadual Desembargador Boto de Menezes, Ilca Lira, e da professora Cícera Maciel, além dos colaboradores do hospital. A gerente da 9º Gerência Regional de Educação da Paraíba, Andreia Braga, foi convidada, mas não pode comparecer.

“Para onde devo ir quando estou doente?”. Esse foi o tema da redação e que despertou o imaginário dos alunos de duas turmas do 5º ano da Escola Boto de Menezes, localizada em Cajazeiras. A temática teve o objetivo de sensibilizar a população sobre a importância de se dirigir aos locais adequados à necessidade do atendimento. A iniciativa integrou o calendário de atividades alusivas às do mês da criança.

As alunas contempladas com o 1º e 2º lugares foram Yasmin Vieira e Vitória Ribeiro, respectivamente. Edjane Almeida, mãe de Vitória, cotou que ela treinou por dois dias seguidos e fez vários rascunhos do texto. “Minha filha é muito curiosa e, assim que soube do concurso, me deu uma aula sobre classificação de risco. Ela treinou muito”, disse. A professora das duas contempladas, Cícera Maciel, confessou que foi uma surpresa ter suas duas alunas como vencedoras. “Todos da turma se esforçaram e estavam muito ansiosos. Estou muito feliz com o resultado”.

De acordo com a presidente da Comissão de Humanização do HUJB, a assistente social Paula Frassinetti, a proposta foi pensada com o intuito de envolver a comunidade nas ações do hospital e divulgar informações para a população sobre temas como o Acolhimento com Classificação de Risco. A seleção da escola participante foi feita em parceria com a Gerência Regional de Educação, já que a escola é a que registrou melhor nota no IDEB do município.

A professora Cícera disse o concurso foi de grande valia para a escola, no momento em que contribuiu para o desenvolvimento humano e intelectual desses estudantes. “Muitos deles não sabiam para onde ir de acordo com a gravidade da doença, e essa apresentação esclareceu muitas dúvidas”, afirmou.

De acordo com a superintendente, Mônica Paulino, o 1º Concurso de Redação do HUJB deve ter outras edições nos próximos anos, já que foi um grande sucesso. “Conseguimos passar o recado de forma lúdica e educativa, utilizando os atores principais – que são as crianças – e os alunos entenderam bem a proposta. E acreditamos que eles serão multiplicadores dessas informações à comunidade”, destacou.

Atendimentos

Apesar de ser um hospital de “portas abertas”, o HUJB tem como papel principal prestar serviços de urgência e emergência, enquanto que casos menos graves e que podem esperar o atendimento devem ser atendidos nos postos de saúde ou Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Para isso, foi idealizado um tema que pudesse chamar a atenção de alunos e pais quanto à necessidade de saber quais as unidades de saúde procurar.

De acordo com a superintendente Mônica Paulino, a população deve ter acesso às informações sobre como funciona a rede e o tema da redação vai alertar para esse importante assunto. “Geralmente, os serviços do HUJB são acessados por um perfil de usuários que não é prioritário, os quais buscam consultas, prescrição de medicamentos, exames ou encontram-se em condições clínicas que não caracterizam urgência ou emergência”, alertou.

Sobre a Ebserh

Desde dezembro de 2015, o HUJB integra a rede de hospitais da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação, que administra atualmente 39 hospitais universitários federais.

O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *