HRC trabalha para implantar a Sistematização da Assistência de Enfermagem em todas as áreas


Dando continuidade ao seu programa de melhoria da rede de saúde pública da região do alto sertão paraibano, a direção do Hospital Regional de Cajazeiras (HRC), acaba de anunciar que vai expandir a Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) para todos os setores do HRC. O objetivo, explica o diretor geral da instituição, Dr. Antônio Fernandes Filho, é fazer com que o enfermeiro se dedique exclusivamente ao seu paciente, aplicando seus conhecimentos técnico-científicos, que caracterizam sua prática profissional, em detrimento das atividades burocráticas, que tanto o sobrecarrega e desperdiça seu tempo. Melhor qualidade no atendimento e a redução do tempo de internação do paciente, segundo Dr. Antônio, são os maiores ganhos com a SAE.

“Estamos tentando implantar a SAE em todo o hospital para melhorar, ainda mais, o exercício profissional dos enfermeiros que é bastante dificultado quando estamos nos reportando a um sistema de saúde público, onde a proporção de leitos e pacientes doentes deve ser otimizada da melhor forma possível”, disse o diretor, lembrando que para isso, o HRC, em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), está ministrando um curso de SAE com todo o quadro de enfermeiros no próprio hospital desde o dia 09 de setembro.

Segundo a chefe do Núcleo de Enfermagem do HRC, Maria Mônica Paulino, a capacitação, que segue até o dia 24, com aulas todas as quintas e sextas-feiras, tem o intuito de formar o quadro de profissionais do HRC para que eles possam colocar em prática a Sistematização da Assistência de Enfermagem. “O curso está dividido em três módulos que passarão aos profissionais as principais teorias. No mais, o curso relembra a própria prática da Enfermagem, vista nas Universidades e que com o tempo e o dia a dia nos hospitais acabamos por deixar um pouco de lado e absorver outras demandas, inclusive a burocrática”, ressaltou Mônica.

Dr. Antônio Fernandes Filho garantiu que a implantação do SAE em todo o hospital vai melhorar e dar ainda mais agilidade ao atendimento. “Esse sistema já existe na UTI e agora vamos implantar em todo o hospital, o que com certeza fará com que os profissionais administrem melhor seu tempo realizando tarefas com maior qualidade, já que não terão que se preocupar com tarefas burocráticas como preencher documentos e fazer contagem de leitos”, observa.

O curso está sendo ministrado pela professora coordenadora do curso de Enfermagem da UFPB, Wilma Dias, a professora mestre em Enfermagem, Lenilma Bento e o enfermeiro coordenador da Residência Integrada, Jordane Reis. A implantação da SAE também atende a uma exigência do Conselho Regional de Enfermagem (COREN).

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *