Homem cria escola embaixo da ponte para ensinar crianças pobres

TATYANA
0
AM3 – 250×250

escola_ponte_1_800x517

Antes de reclamar de ter que levantar cedo para ir ao colégio – vale para professor e aluno – veja essa história. Um homem criou uma escola improvisada, gratuita, embaixo de uma ponte, para crianças pobres que não têm colégio perto de casa.

Apesar de não haver mesas, cadeiras, de as crianças se sentarem no chão duro, de os quadros negros serem pintados na base da ponte, e de o vento trazer poeira o tempo todo, o resultado é esse que você vê nas fotos: “sala” lotada e crianças vidradas durante a aula.

O exemplo vem da Índia, do professor-herói Rajesh Kumar Sharma, um comerciante de 43 anos de idade. Ele é um homem que não mede esforços para levar educação a crianças das favelas.

Rajesh dá aulas 2 horas por dia, 5 dias por semana, e ensina uma classe de cerca de 40 alunos, com idades de 4 a 14 anos.
Ele faz esse trabalho exemplar, voluntário, há 4 anos, para ajudar crianças pobres de Nova Deli.

O ato de bondade de Rajesh provocou uma onda de outras ações positivas. Vendo a situação e boa vontade das crianças em aprender, a comunidade também passou a ajudar, fornecendo bebidas e até sapatos para os alunos que andam descalços.

O professor resume tudo o que faz com uma frase: “educação é o maior direito e arma para uma criança.  Se eles não têm isso, são condenados por toda a vida”.

SÓ NOTÍCIA BOA
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.