Política, Cotidiano, Esportes, Memória & afins

Grupo de Apoio a Pessoas com Câncer pede doações para continuar funcionando

TATYANA
AM3 – 250×250

[dropcap style=’box’]O[/dropcap] Grupo de Apoio a Pessoas com Câncer (GAPC), fundado em 2016, é uma entidade sem fins lucrativos que tem o objetivo de ajudar pessoas carentes que são portadoras de câncer em Cajazeiras e região. Porém, como vive apenas de doações, o grupo está passando por dificuldades e precisa de mais apoio.

A fundadora do GAPC, Mércia Rejane, explicou que atualmente 67 pessoas diagnosticadas com câncer estão cadastradas no grupo, sendo a maioria mulheres com câncer de mama.

O projeto oferece atendimentos de psicóloga, nutricionista, doa cestas básicas, utensílios de higiene pessoal, de estética, luta por exames e viagens dos pacientes. Mas os materiais são doados pela população.

“Tudo que for para amenizar mais o sofrimento dessas pessoas, o projeto luta para que elas passem por esse momento com mais dignidade. O projeto gostaria de fazer muito mais, mas não depende só de mim, depende de todos”, disse ela.

Mércia Rejane fundou o GAPC após conseguir se recuperar de um câncer de mama e conhece bem a realidade de quem não tem condições financeiras para o tratamento.

“Quando você enfrenta um câncer e sua situação financeira é difícil, aí você vê sofrimento, então foi por conta disso, eu vi essas pessoas fazendo quimioterapia, passando fome, é desumano. Se a dor do seu irmão não lhe afeta, então você é quem precisa ser tratado”.

Além de doar objetos e contribuir com dinheiro, os interessados podem ajudar também comprando a camisa do GAPC por R$ 30,00 (P e M) e R$ 35,00 (GG). A sede fica na Rua Joaquim Abílio Abrantes, nº 343, Bairro Pôr do Sol.

COM INFORMAÇÕES DO DIÁRIO DO SERTÃO

TATYANA
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.