Evento promovido pelo deputado Jeová Campos marca lançamento de sua pré-candidatura


O auditório Master do Hotel Litoral, em João Pessoa, estava bonito de se vê na noite desta quarta-feira (06). Havia uma bela decoração de bolas brancas e laranjas, cores que representam o Partido Socialista Brasileiro, do deputado estadual Jeová Campos, promotor do evento ‘Caminhada pela reconquista da Democracia’, cadeiras bem alinhadas, mesas estrategicamente colocadas para permanência de agentes públicos que atenderem ao chamado do parlamentar para debater sobre o futuro da Paraíba e qual o papel dos cidadãos na defesa da Democracia, tão aviltada no país nos últimos tempos. Mas, o que destacou o evento, que também marcou o lançamento da pré-candidatura de Jeová para mais um mandato na ALPB, foi a quantidade e qualidade de representatividade que ele conseguiu reunir, principalmente, se levarmos em conta a forma espontânea como caravanas de mais de 20 municípios paraibanos vieram para prestigiá-lo.

“Foi uma noite mágica, onde consegui sentir a força do mandato, o resultado e reconhecimento de minhas caminhadas, lutas e defesas, onde me senti acolhido como político, situação muita rara na atual conjuntura, onde tive a certeza de que meu grito, apesar da voz rouca, ecoa nos quatro cantos deste estado e que as pessoas reconhecem no meu mandato a defesa permanente do povo e, mais ainda, a possibilidade de avanços no campo democrático e social”, disse Jeová após encerrar o evento, quase sem voz, andando ao longo do corredor do auditório se despedindo de um a um dos seus convidados, ao som da música ‘Caminhando e cantando’.

Antes, como havia proposto, o parlamentar promoveu um debate a partir de quatro seletos grupos de convidados que discorreram sobre os destinos do país, da Paraíba e os caminhos que precisam ser percorridos para redemocratização do Brasil e o resgate do Estado Democrático de Direito. O radialista Gutemberg Cardoso atuou como mediador das participações e mestre de cerimônias dos painéis que teve a participação de Giucélia Figueiredo, Rodrigo Soares, Luiz Júnior e Ivan Bichara Filho, no primeiro painel. No segundo painel, houve a participação do vereador Marcos Henrique, da pró-reitora de pós-graduação da UFPB, Maria Luiza Alencar, do ex-deputado, Chico Lopes e de Marcos Campos. O terceiro ciclo de debate teve a participação de Vitor Campos, filho de Jeová, do vereador Neto, de Capim, do presidente da UJS, André Alves e do deputado estadual, Buba Germano. O último painel teve a participação do ex-secretário e pré-candidato a governador, João Azevedo, do prefeito de São José de Piranhas, Chico Mendes, do presidente da Fetag, Liberalino Lucena e do presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, vereador Marcos Barros.

Em todas as colocações, a liberdade de Lula, a importância do país resgatar sua autonomia frente aos interesses internacionais, a necessidade de mudar a representatividade federal na próxima legislatura, de eleger políticos comprometidos com as questões de soberania nacional e projetos sociais que foquem a classe trabalhadora e os mais humildes, eram questões de ordem levantadas em sintonia. “É preciso mudar esse cenário, resgatar a autoestima do povo brasileiro, lutar pela redemocratização do país e nós temos uma arma poderosa que não podemos abrir mão que é o nosso voto consciente”, disse a professora Maria Luiza.

“O país vive uma crise sem precedentes que se agravou nos últimos tempos, sob vários aspectos, e a Paraíba, mesmo em meio a esse cenário e sendo afetada por ele, conseguiu avançar, mostrar indicadores positivos, se sobressair em diversos pontos e mais ainda adotar uma política e ter uma gestão que não olha os paraibanos como eleitores, mas como cidadãos”, disse João Azevedo, elencando avanços do governo estadual nos últimos sete anos e mostrando porque é o único que pode dar continuidade a esse projeto de gestão em vigor na Paraíba há sete anos.

“Eu apoio Jeová pelo que ele representa para o povo paraibano, pelo grande guerreiro que ele é, por suas posturas e lutas, porque sei que ele é um político que faz a diferença com ações”, disse o vereador Neto, de Capim. O deputado estadual, Buba Germano, destacou a honradez de Jeová e reiterou que embora também seja candidato nas próximas eleições, não encara seu colega como adversário. “Nós não disputamos espaço porque dividimos os mesmos projetos”, disse Buba, que agradeceu Jeová chegar no Vale do Piancó e pedir votos para ele, que devolveu a gentileza pedindo votos para Jeová, em Cajazeiras.

A moradora do distrito de Chã de Marinho, em Lagoa Seca, Margarida Gomes, integrou uma comitiva da cidade que veio especialmente para o evento de Jeová e disse que estava muito feliz em poder não apenas participar deste momento, mas, de ajudar o parlamentar a ser reconduzido à ALPB. “Ele é do povo, conhece o nosso problema de água e abraçou essa causa com conhecimento e amor, merece o nosso respeito e também nosso apoio. Vamos caminhar juntos, firmes e fortes”, disse ela. “É preciso, no campo da esperança, acreditar que vamos mudar e você é minha maior inspiração”, destacou Vitor Campos, filho de Jeová. “Está nas mãos do povo a mudança deste país. O Brasil e nosso e não podemos abrir mão dele”, disse Marcos Campos, irmão de Jeová.  O evento também teve momentos de muita emoção, sendo um dos mais marcantes quando Jeová, postado em frente a uma telão, acompanhou a projeção de depoimentos de seu pai, sua mãe e seus filhos Mateus e Thays. Colhidos em diferentes localidades e dias, as falas evidenciavam o bom pai e filho, o coração gigante e acolhedor que ele tem, a humildade e a inteligência, o destemor, a determinação e a linda trajetória de um filho de agricultores, que foi vendedor de alho na feira e que, graças ao seu esforço pessoal e aos estudos, se formou em Direito, foi aprovado num concurso para professor da UFCG e está em seu segundo mandato como deputado, o homem afetuoso, o cidadão destemido, o guerreiro que nunca se cansa, enfim, as qualidades de um ser humano cuja essência é pura, grandiosa e generosa com todos. “Essa surpresa não combinaram comigo”, disse Jeová bem emocionado após as projeções.

Emoção também foi no final do evento quando o parlamentar começou a chamar para perto de si pessoas que, de uma forma ou de outra, representam a luta por dias melhores, a força do povo brasileiro, o destemor diante das dificuldades, cidadãos que lutam por uma sociedade mais justa e igualitária e, em seguida, saiu andando pelo auditório conclamando todos para não desanimar diante das dificuldades. “Gente eu posso dizer a todos vocês que é muito prazeroso, ver aqui, quase 23h, homens e mulheres simples, do povo, gente grande na inteligência e com diplomas, meus companheiros e companheiras, vamos para a luta, para a rua, para o enfrentamento destes mal caráter que querem tirar a dignidade do povo brasileiro, vamos marchar, fazendo essa grande caminhada para que o Brasil se encontre com seu futuro, que a gente enfrente o problema grande do desemprego, da fome, da violência e da desesperança. Vamos juntos à vitória”, encerrou Jeová, que fez questão de abraçar um a um dos participantes de seu encontro na saída do auditório.

Vieram comitivas de Mamanguape, Alagoa Nova, Cajazeiras, Lagoa Seca, Bonito de Santa Fé, Carrapateira, São José de Piranhas, Mari, Piancó, Capim, Santa Cruz, Santa Luzia, da Grande João Pessoa e de João Pessoa, entre outras cidades e até de Recife. O jornalista, escritor e ex-preso político, Nagib Jorge Neto e sua esposa, Maria Eunice, vieram da capital pernambucana, especialmente, para o encontro. “Jeová nos representa porque abraça as lutas do povo brasileiro com muita altivez. Ele é uma voz importante que faz ecoar com mais amplitude o grito de “Lula Livre’. Ele é um orgulho não apenas para a Paraíba, mas para o país, por isso estamos aqui, para dar nosso apoio a ele e dizer que admiramos seu trabalho e acompanhamos seu mandato mesmo morando em outro estado”, disse Nagib.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *