Estudantes de Cajazeiras aprendem sobre empreendedorismo nas escolas


empreendedorismo-editado

Desenvolver o potencial empreendedor desde muito cedo pode fazer toda a diferença no futuro de crianças e adolescentes. No Sertão paraibano, alunos de 10 escolas da rede pública de ensino receberão noções de empreendedorismo em sala de aula. A ação faz parte das atividades do Plano Nacional de Educação Empreendedor (PNEE) na região, que teve início em 2014. A estimativa é que 300 estudantes do ensino médio da região sejam contemplados pela iniciativa ao longo do ano.

O gerente do Sebrae em Cajazeiras, Samuel Mayer, disse que entre os dias 14 e 18 de março, 30 professores da cidade serão capacitados no auditório do 9º Núcleo de Educação do Estado, no centro da cidade, para o repasse do conhecimento para os alunos. “Formamos um grupo de gestores de Escolas do Sertão, onde escolas de Cajazeiras, São João do Rio do Peixe, Cachoeira dos Índios, Uiraúna, entre outras, foram selecionadas”, disse.

A consultora do PNEE e analista técnica do Sebrae Paraíba, Socorro Vasconcelos, destacou que o Sebrae Paraíba vem desenvolvendo o plano no Sertão desde 2014, onde foram capacitados 40 professores da rede municipal de ensino (1º ao 9º ano) e alcançados 543 alunos em 2015. “Cajazeiras foi a primeira cidade onde o JEPP foi aplicado, em 2014. Na época, os alunos no ensino fundamental montaram quatro Feiras de Jovens Empreendedores Primeiros Passos. Já os estudantes do ensino médio, promoveram sete Feiras de Jovens Empreendedores”.

Ela disse que promover a educação e a cultura empreendedora nas escolas é um desafio. “Tanto no programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP) quanto no programa de Formação de Jovens Empreendedores (Despertar), os professores aprendem como passar o conceito de Empreendedorismo e os estudantes põem em prática com tarefas e até criação e negócios. Além de estimular o surgimento e desenvolvimento de pequenos negócios, apresentamos uma perspectiva de cultivar o empreendedorismo que se articula com cidadania, cooperação e responsabilidade social”, ressaltou.

Até o final do ano, as ações do PNEE para o ensino fundamental e médio também chegarão às escolas Bananeiras e terão continuidade em Guarabira e em Cajazeiras, além das 12 turmas de sete projetos do Desenvolvimento Territorial (DET). No mês passado, cerca de 60 professores do Ensino Fundamental e Médio das cidades de Monteiro e Prata, no Cariri, também foram capacitados. Nestes dois municípios, mais de mil alunos da rede pública receberão noções de empreendedorismo.

Há dois anos o Sebrae Paraíba vem desenvolvendo o PNEE. Além de Cajazeiras, Monteiro e Prata, já receberam atividades do programa os municípios de São Bentinho, no Sertão, Coxixola, no Cariri, e Guarabira, no Brejo. Nesse grupo de cidades, no total, foram capacitados 97 professores da rede municipal de ensino Fundamental.

ASCOM

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *