Esperança

A COLUNA DE RAFAEL HOLANDA

Enquanto eu tiver apenas um amigo, que me demonstre toda confiabilidade sem pensar em ser retribuído, com certeza não me perderei pelas estradas da vida.

Enquanto existir uma estrela com a sua luminosidade não penetrarei no vale das trevas, pois a sua luz me permite enxergar os caminhos que não sejam expostos a maldade ou as armadilhas.

Enquanto existir a fé inabalável que me orienta como se fosse uma bússola, e seja a paz das minhas passadas uma brisa nas minhas tempestades, com certeza serei maior que minhas decepções.

Enquanto as minhas forças não tremerem diante da dúvida ou das coisas que não puder interpretar, enquanto houver a calmaria do meu coração para consolar o inconsolável poderei chegar onde quero.

Enquanto a tristeza não me fizer companhia, e a arte de me manter experto para os silêncios que a noite for capaz de superar os meus medos poderei atingir onde programei.

Enquanto existir uma mão capaz de evitar os meus tombos e nas minhas quedas exercer a função mais bela do ajudar, com certeza farei mais que os meus olhos possam enxergar.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *