Era pra medir ou pra contar?


bambu
Quando minha avó Dosanjos inesperadamente ficou viúva, sobrou-lhe apenas o Sítio Melão, no Estado do Ceará, depois dos acertos com os credores. Na penúria teve a ideia de saber o tamanho da propriedade e então chamou um topógrafo da região.
A figura veio, acertou o preço e caiu em campo para fazer o serviço. Usando o instrumento da época, uma vara de cinco metros, e danou-se com o ajudante a estender a vara pelos cantos do sítio. Estendia, marcava o lugar no final da vara e novamente tornava a estender a vara e assim rodeou todo o sítio em vários dias de trabalho, almoçando e jantando com o ajudante às custas da viúva.
– Pronto está tudo medido, botei a vara do começo ao fim do sítio!
Vó Dosanjos então perguntou quantas varadas tinha dado e assustada ouviu a resposta:
– Peraí, Dosanjos, você mandou medir, não foi contar!

E tudo teve que ser refeito.

VALIOMAR ROLIM

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *