Engenho funciona há quase um século em Joca Claudino


engenho-dia1_cofemac61_800x531

Uma velha tradição do interior nordestino é a fabricação de rapadura e outros produtos derivados da cana-de-açúcar. No município de Joca Claudino esse trabalho vem acontecendo há cerca de um século na comunidade de Saco da Sinhazinha, ou Saco de Chico Arabi. A localidade fica às margens da BR-434, a 10 km de Uiraúna.

Lá existe um engenho de cana-de-açúcar que funciona desde o início do século XX com um velho motor a óleo diesel. Como o local não conta com energia elétrica adequada para motor elétrico trifásico, o proprietário usa um motor alternativo para beneficiar a cana-de-açúcar.

O “Engenho de Chico Arábi”, como seu neto Jociélio prefere que chamemos, passou cinco anos sem funcionar. Agora em 2014, Jociélio resolveu investir e com ajuda de familiares e amigos retomar o tradicional trabalho. Segundo ele, em três dias de moagem serão produzidas cerca de 4 mil rapaduras, além de caldo de cana, mel, alfinim, batida, entre outros.

O motor a óleo diesel foi adquirido pelo seu avô Chico Arabi, falecido há alguns anos. Conta-se que a máquina funcionou na produção de energia para a cidade de Campina Grande, quando ainda não havia energia elétrica disponível. A máquina passou 4 anos parada, mas não deu muito trabalho quando ligada recentemente.

COFEMAC

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *